ECONOMIA

  • 06/01/2013 (16:47:00)

  • Da Redação

Protesto

Fetag inicia mobilização e para por tempo indeterminado

A Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag) começa na quarta-feira(9), movimento de protesto com a intenção de chamar a atenção do governo federal para que libererecursos aos agricultores familiares atingidos pela estiag

A Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag) começa na quarta-feira(9), movimento de protesto com a intenção de chamar a atenção do governo federal para que libererecursos aos agricultores familiares atingidos pela estiagem no ano passado.  

 
Os dirigentes sindicais e trabalhadores rurais do Rio Grande do Sul, vão ficar reunidos em Porto Alegre até que o governo resolva a questão. O Conelho Monetário Nacional não discutiu na última reunião, a liberação de suplementação de recursos para linhas de credito emergencial, como quer a Fetag.

Além do crédito especial de R$ 10 mil por família atingida pela estiagem do último ano, a Federação dos Trabalhadores na Agricultura, espera o anuncio de medidas para o crédito fundiário, o Pronaf B, o retorno dos financiamentos para compra e reforma de máquinas e implementos com mais de dez anos, as alterações na resolução 4.029, além de novas medidas do programa nacional de crédito fundiário. 
 
Fonte: Fetag