PET

  • 14/12/2016 (16:06:49)

  • Repórter: Gazeta do Povo

Feitos um para o outro! 

Conheça histórias de crianças e seus pets

A relação entre crianças e cães costuma se intensificar ao longo dos anos e cria companheirismo. Conheça histórias que comprovam esta união


A amizade entre João e Lolly é de longa data. Fotos: Leticia Akemi/Gazeta do Povo

A amizade entre cães e crianças é de deixar pais e mães contentes e de encher a casa de brincadeiras e alegria. Essa união está registrada em diversos vídeos fofos na Internet, que tornam o dia de qualquer um me-lhor, e em fotos de família, guardadas para o resto da vida. Não existe amigos mais feitos um para o outro do que estes, juntos nos carinhos e nas atividades diárias. Uma relação como esta costuma se intensificar ao longo dos anos e cria companheirismo e cuidados na velhice do cão.

Primeiros anos
O pequeno Eduardo (2) e o cãozinho Toby são inseparáveis desde o nascimento do menino. O yorkshire terrier de 10 anos é o “protetor oficial” do filho da estudante Natalie Oliveira, que sempre incentivou a proximidade entre os dois. Ao contrário do que pode acontecer com outros pets na chegada de um bebê em casa, Toby nunca apresentou agressividade. Naturalmente, passou a dormir do lado do berço de Eduardo.

Quando já não era tão pequeno, Natalie passou a deixá-lo no tapete junto com o cachorro, sempre sob sua supervisão. Essa aproximação foi pos-sível pois Toby toma banho toda semana e também é limpo depois de passeios. Além disso, ao menino sempre foi ensinado respeitar o espaço do cão, tomando cuidado para não o machucar. O yorkshire não gosta de ser incomodado quando dorme e pode ser violento se for acordado. Por isso, Eduardo não chega perto nesses momentos.

Hoje os dois passeiam juntos, Eduardo segurando a coleira de Toby. Natalie até precisa escondê-la para o pequeno não chamar o amigo para uma caminhada fora de hora. O garotinho já sabe interpretar os sinais do cão, que pede para brincar pegando um brinquedo ou puxando a sua meia. A mãe garante que ele adora ir ao parque e interagir com cães de outros donos, mas apenas quando ela confere que são amigáveis.


O pequeno Eduardo e o cãozinho Toby.

Infância
João Pedro (7) vive com a cadela Lolly, de 14 anos, e mais cinco gatos. A amizade entre os dois é de longa data. A poodle morava com a avó do menino, que se mudou para viver com a filha quando João tinha cerca de 3 anos. Isso ocorreu após o falecimento do avô e da bisavó do garoto.

Porém, mesmo antes destes acontecimentos, quando a mãe do menino, a servidora Jussara Rosa estava grávida, havia um intenso convívio com a cachorrinha. João também brincava com a poodle em visitas. Ele e a ir-mã Maria Eduarda (12) têm responsabilidades com cara de diversão: alimentam Lolly e passeiam com ela no condomínio onde vivem.

Desde que começou a andar, o menino já demonstrou interesse em cuidar do pet. Ele dá especial atenção no inverno e não esquece de aquecer bem o animal com roupinha e cobertor. A amizade se estende para os gatinhos, três dos quais Lolly cria como se fosse mãe.


João Pedro vive com a cadela Lolly, de 14 anos, e mais cinco gatos.

Pré-adolescência
O jovem Otaviano (14) nasceu com alergia do seu falecido melhor amigo. O labrador morreu recentemente depois de 16 anos bem vividos ao lado da família de Jacqueline de Lemos. Ela conta que o Dojão, como era chamado, adorava brincar e passear, um companheiro fiel de Otaviano e o irmão João Alberto (10). Sabendo que o cão estava envelhecendo e ficando rabugento, os cuidados da família se intensificaram e Jacqueline tomou a decisão de encontrar um novo pet para a casa.

Assim chegaram Dakota, uma bulldog francês de 3 anos e a Daytona, uma boiadeiro australiano de 5 meses. A mais nova ainda precisa ser adestrada, um desejo de Otaviano para poder sair passear com ela. Já a brincadeira preferida de Dakota é jogar futebol com os irmãos. A atividade com a cachorrinha propicia uma vida ao ar livre e intensifica a vontade de ir para casa brincar com os animais.

Otaviano e seu irmão João Alberto brincam com Daytona e Dakota.