GENTE

  • 02/02/2017 (18:11:24)

  • Repórter: Gazeta do Povo

Solidariedade

FHC visita Lula no hospital após fim da atividade cerebral de Marisa Letícia


Políticos e ex-ministros acompanham o ex-presidente e sua família no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo
Fernando Henrique Cardoso (FHC) visitou na tarde desta quinta-feira (2), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Hospital Sírio-Libanês, onde a ex-primeira-dama Marisa Letícia, de 66 anos, encontra-se internada sem atividade cerebral, em São Paulo. FHC chegou no meio da tarde acompanhado do ex-ministro da Justiça José Gregório.

Quando a ex-mulher de FHC morreu, em junho de 2008, o ex-presidente Lula compareceu ao velório da antropóloga Ruth Cardoso. Políticos e ex-ministros acompanham o ex-presidente Lula e sua família no Sírio-Libanês. Estavam no hospital os ex-ministros Guido Mantega, Fernando Haddad, Miguel Jorge e Alexandre Padilha.

Durante a manhã, chegaram os senadores petistas Lindbergh Farias (RJ), Gleisi Hofmann (PR) e Humberto Costa (PE). Mais cedo, a ex-presidente Dilma Roussef divulgou nota de pesar. Desde que Marisa foi internada, Lula recebeu apoio não apenas de seus aliados. Adversários no campo político também prestaram solidariedade nos últimos dias. O presidente Michel Temer (PMDB) ligou para Lula no primeiro dia de internação de Marisa.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB-SP), e o senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), também entraram em contato com Lula.
Marisa Letícia está sem aparelhos desde que os médicos detectaram na manhã desta quinta a ausência de atividade cerebral da mulher de Lula.