EDUCAÇÃO

  • 08/01/2013 (18:00:00)

  • Assessoria

Sem prova

UFFS tem inscrições abertas em Processo Seletivo próprio

Estão abertas, até 4 de fevereiro pelo www

Estão abertas, até 4 de fevereiro pelo www.uffs.edu.br/seletivo, as inscrições para o Processo Seletivo da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS).  A instituição possui um Processo Seletivo próprio – com inscrições gratuitas, pela internet e sem prova: é levada em consideração a nota de uma das duas últimas edições, 2011 ou 2012, do Exame Nacional do  Ensino Médio (Enem).

As 2.025 vagas de graduação oferecidas pela UFFS não estão disponíveis pelo Sistema de Seleção Unificada (SiSU), aberto nesta segunda-feira (7). Não há impedimento para que o candidato faça sua inscrição nos dois processos: SiSU e Seletivo da UFFS.

Fazendo o Processo Seletivo da UFFS, o candidato concorre a uma das vagas em 37 cursos de graduação, em 46 ofertas de cursos, em diferentes turnos, nos cinco campi da instituição –Chapecó (SC), Erechim e Cerro Largo (RS), Realeza e Laranjeiras do Sul (PR). O estudante poderá optar por duas opções de curso de graduação no ato da inscrição.










No Campus Erechim estão disponíveis 400 vagas em oito cursos: Agronomia – Integral (50); Arquitetura e Urbanismo – Integral (50); Engenharia Ambiental – Integral (50 – 2º semestre); Filosofia – Noturno (50); Geografia – Noturno (50); História – Noturno (50); Pedagogia – Noturno (50); Ciências Sociais – Noturno (50).












Política de Ingresso




Também no momento da inscrição, o candidato deverá escolher o grupo ao qual se enquadra e pretende concorrer. São seis grupos (descrição abaixo), que levam em consideração a trajetória escolar dos candidatos – se fez o Ensino Médio em escola pública -, o perfil econômico das famílias e a caracterização étnica da população.












A UFFS aperfeiçoou sua Política de Ingresso, substituindo os percentuais de 10% a 30%sobre a nota do Enem a estudantes do ensino médio em escola pública, a partir da nova legislação nacional de reserva de vagas nas instituições federais de educação












A legislação estabelece, dentre outras determinações, que no mínimo 50% das vagas dos cursos de graduação sejam destinados a estudantes oriundos do ensino médio público. Apesar de haver prazo para que as instituições adotem a nova legislação, a UFFS optou por implantar as determinações imediata e integralmente, inclusive superando os percentuais previstos em lei.












Assessoria