GENTE

  • 16/05/2017 (14:55:32)

  • Repórter: Assessoria

  • Fotógrafo: Divulgação

Em Erechim

Nelly Todeschini Cantele recebe a outorga da Medalha Mérito Legislativo Erechinense 


O Plenário da Câmara Municipal de Vereadores foi palco, na noite desta segunda, da outorga da Medalha Mérito Legislativo Erechinense a escritora Nelly Todeschini Cantele, numa proposição do vereador orador da noite, André Jucoski (PDT), ato que contou com a presença de amigos, familiares e integrantes do Café Cultural de Erechim e da Academia Erechinense de Letras.

Na abertura dos trabalhos André definiu poesia, sendo este um gênero literário caracterizado pela composição em versos estruturados de forma harmoniosa. É uma manifestação de beleza e estética retratada pelo poeta em forma de palavras. É tudo aquilo que comove, que sensibiliza e desperta sentimentos. É qualquer forma de arte que inspira e encanta, que é sublime e bela.

“Definindo-se a arte da poesia, iniciamos, senhores e senhoras, a homenagem a Nelly Todeschini Cantele, que nesta noite recebe desta Casa, através da indicação deste vereador, com a unanimidade de todos os demais, a Medalha Mérito Legislativo Erechinense, honraria entregue a pessoas que se destacam em nosso município, seja através da arte, conhecimentos, voluntariado ou outros feitos. A indicação de seu nome, Nelly, foi do Café Cultural de Erechim, entidade fundada pela senhora que ocupa hoje o cargo de vice-presidente e Patrona de Honra”.

Nelly Todeschini Cantele nasceu no dia 28 de abril no município de Bento Gonçalves de onde veio aos seis meses de idade juntamente com sua família. Cursou o Primário no Colégio São José e Contabilidade no Colégio Medianeira. Casou-se com Albino Cantele, hoje falecido, e desta união tiveram uma filha Vivien Cantele e um Neto Lucas Ceruti.

Desde pequena gostou de escrever e destacava-se no colégio pelas suas redações. Já rabiscava poemas, criando gosto pela arte da poesia. E a vida retribuiu seus anseios no que ela mais gostava, a literatura.
Nelly tem quatro livros publicados: “Carícias do Tempo”, em 1987; “O Segredo das Horas” em 1994; “Vôo de Entardecer” em 2001 e “Se o Luar e as Primaveras Persistirem” em 2008 e mais dois livros prontos que estão à espera de publicação.

Foi patrona de honra do Café Cultural e patrona da XI Feira do Livro de Erechim em 2008, obtendo o Primeiro Lugar com a poesia “Mãe” num concurso promovido pelo CDL em 2011. Também participou nos livros “Autores de Erechim I e II” e colaboradora dos jornais A Voz da Serra, A Voz Regional, Diário da Manhã, Zero Hora e Revista ZB.

Hoje Nelly faz parte da Academia Erechinense de Letras, ocupando a Cadeira de número 23. Portanto, este é um reconhecimento a esta talentosa escritora que faz da poesia um passaporte para o sonho e reflexão.
“Desta forma, nada mais justo do que esta Casa Legislativa outorgar a Medalha Mérito Legislativo Erechinense a Senhora Nelly Todeschini Cantele, pela sua extensa e bela biografia, pela sua arte e dedicação a poesia, encantando leitores de todas as gerações”.

Em sua manifestação, Nelly agradeceu ao Poder Legislativo pela homenagem, em especial ao vereador André e a Alba Albarello que tanto se empenharam para que esta noite se realizasse. “Os escritores e os poetas tem uma imaginação que consegue fazer da vida um tempo mais leve, fazer dos sonhos uma realidade e fazer da realidade um lugar mais bonito para se viver. É ilusão porém, pensar que a poesia surge num repente. Ela surge de uma palavra, se um sentimento e até mesmo de uma dor, que se transformam no caminho para chegar até o poema (...).