GENTE

  • 20/10/2017 (11:22:38)

  • Repórter: Gazeta do Povo

  • Fotógrafo: reprodução

Virtude

Eletricista corta a luz de residência por falta de pagamento e se comove com a honestidade de um menino

Eletricista corta a luz de residência por falta de pagamento e se comove com a honestidade de um menino Um menino lhe pediu R$1, mas acabou ganhando R$5 e a instrução de que deveria repartir com as outras amigas; quando o eletricista voltou recebeu o troco de R$2. A história foi publicada nesta sexta-feira pelo jornal Gazeta do Povo.

Honestidade é uma virtude que deve ser ensinada desde cedo e o eletricista João Cândido da Silva Neto (57), funcionário da Companhia Paranaense de Energia (Copel), presenciou uma prova comovente de quão honesta uma criança pode ser. Quando ele foi até a casa de uma família na cidade de Santo Antônio da Platina (PR) para desligar a luz por falta de pagamento, foi surpreendido por um menino que lhe pediu R$1. Sem dinheiro trocado ele lhe deu uma nota de R$5 recomendando que dividisse com a irmã e a prima. O surpreendente foi que o pequeno esperou o eletricista voltar para devolver o troco.

A história aconteceu no dia 9 de outubro e uma foto juntamente com o relato foi publicado por Neto alguns dias depois. No início da tarde desta quinta-feira (19), a postagem já havia sido compartilhada por quase 80 mil pessoas e todos os comentários parabenizam o menino por sua atitude.

No decorrer do texto, Neto conta que foi fazer a “atividade desagradável” de cortar a energia daquela família de baixa renda que vivia em uma casa torta de madeira. Quando já estava saindo, um pequeno menino o chamou pedindo R$1. Ele, vendo que haviam duas meninas junto, disse que era para repartir aquele valor com elas também, e ouviu um “tá bão”, como resposta. Saiu de lá pensando na situação, até que, no fim do dia, recebeu a tarefa de voltar àquele endereço, dessa vez para a religação da luz.

Quando Neto chegou à casa deles, logo foi recebido pelo menino para quem havia doado R$5 mais cedo e o ouviu dizer, aliviado: “Ainda bem que você veio!”. Depois disso o garoto lhe entregou uma nota de R$ 2. Neto não entendendo o que acontecia e achando que a criança estava feliz porque a luz estava sendo religada, ouviu do pequeno: “Toma seu troco!”. Segundo Neto, em sua publicação, aquele ato lhe mostrou “o maior exemplo de honestidade e responsabilidade que já tinha visto na vida”.

De acordo com o G1 Paraná, após a repercussão da história nas redes sociais, várias pessoas mandaram mensagens a Neto, dizendo que gostariam de ajudar a família. Isso motivou ele a fazer uma nova visita àquela casa. Segundo o eletricista, a situação deles é complicada, porque os pais estão desempregados e doentes, e são três filhos na casa. Ainda assim, o pai disse que não precisam de nada e que “tem gente que precisa mais”. De toda maneira, os funcionários da Copel que fazem voluntariado, estão se mobilizando para arrecadar doações. Neto faz parte desse grupo e diz estar bastante feliz com a possibilidade de fazer mais por aquela família. Veja o post de José Cândido Neto: