GENTE

  • 02/12/2017 (12:27:24)

  • Repórter: Assessoria/IFRS

  • Fotógrafo: Divulgação

Vítima de câncer

Morre aos 55 anos reitor do IFRS

Osvaldo Casares Pinto era docente da rede federal há 34 anos

Morreu, na manhã de hoje, o reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS), Osvaldo Casares Pinto. Vítima de câncer, o professor tinha 55 anos, era natural de Rio Grande e deixa a esposa, Carmen Lenira de Ávila Pinto, com quem era casado há 30 anos.

O IFRS decretou três dias de luto oficial, mas seguem mantidas as provas do processo seletivo da instituição, marcadas para este domingo.

Os atos fúnebres ocorrem no átrio da Reitoria do IFRS, em Bento Gonçalves, a partir das 16h deste sábado. Em Rio Grande, cidade natal de Casares, as despedidas ocorrem neste domingo, no anfiteatro Earle Barros do Campus Rio Grande.

Graduado em engenharia civil (1986) e matemática (1988) pela Universidade Federal do Rio Grande (Furg), o professor tinha especialização na área de engenharia civil (1989) pela Furg, mestrado (1993) e doutorado (1999) na mesma área pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Há 34 anos, Casares era docente da rede pública federal.