GENTE

  • 18/02/2018 (20:04:53)

  • Repórter: Fonte: mag.sapo.pt

  • Fotógrafo: mag.sapo.pt

O Sentido da Vida

VÍDEO - Morreu o engenheiro que virou ator de filme em busca da cura da paramiloidose

​O erechinense Giovane de Sena Brisotto, de 31 anos, era portador de paramiloidose familiar e foi sepultado no fim da tarde deste domingo.

O erechinense Giovane de Sena Brisotto, de 31 anos, morreu em Erechim depois de lutar por muito tempo para se livrar de uma doença rara, a paramiloidose. O engenheiro cartógrafo era a figura central de "O Sentido da Vida" o novo filme de Miguel Gonçalves Mendes, que nas palavras de Valter Hugo Mãe, "sonhou salvar sua vida". 

Giovane lutou até os últimos minutos para manter-se vivo. Este filme tinha o objetivo de encontrar algumas saídas para as pessoas portadoras da doença.

Foram mais de 50 mil quilômetros em redor do mundo percorridos em conjunto por Giovane Brisotto e Mioguel Gonçalves Mendes, realizador português de películas tão elogiadas como "José e Pilar" e "Autografia". O objetivo foi fazser um filme "O Sentido da Vida", com estreia prevista para o início de 2019 em que o primeiro, portador de paramiloidose familiar, uma doença degenerativa de origem portuguesa, conhecida como "doença dos pezinhos" se encontra com as mais diversas personalidades em vários pontos do mundo e com elas reflete sobre a questão que serve de título ao filme.

O escritor Valter Hugo Mãe é uma delas e foi ele que nas redes sociais,  em nome da equipe do filme, comunicou o falecimento de Brisotto, sublinhando que ele "foi o herói do nosso filme. Será sempre a memória de um herói nas nossas vidas. 

A paramiloidose é uma doença rara e hereditária, ainda sem cura.  Brisotto partilhara a doença com o irmão, com quem acompanhou o processo degenerativo da mãe, que durante uma década também a enfrentou. Hugo mãe confirmou na sua página de Facebook que "hoje, o rapaz cordial de Erechim morreu. Ainda que soubéssemos estar fazendo um filme a cerca de como entender a vida, essa vida que nos vai trair a qualquer momento, não poderíamos nunca conceber que o nosso querido Giovane sucumbisse. O filme, produção gigante, era também uma estratégia para o levar aos melhores e interceder para que fosse cuidado e salvo. O filme haveria de salvar o Giovane". 

O escritor português que, referindo-se a Brisotto classificou "O Sentido da Vida" como um "documentário épico que sonhou salvar sua vida", e que "todos nos comovemos em segredo com o  Giovane".