ESPORTES

  • 03/01/2019 (06:50:50)

  • Repórter: Assessoria/Grêmio

  • Fotógrafo: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

A muralha

Marcelo Grohe vai para a história do Grêmio e para a Arábia Saudita

Goleiro deixa o Grêmio após 19 anos como um dos maiores ídolos da torcida tricolor

Chegou ao fim nesta quarta-feira(2) um dos capítulos mais emblemáticos da história contemporânea do Grêmio. O Clube comunicou à sua torcida que o goleiro Marcelo Grohe encerrou o ciclo de 19 anos e transfere-se para o Al-Ittihad, da Arábia Saudita. Dos 13 aos 31 anos, Marcelo subiu todos os degraus da idolatria, tornando-se um dos maiores goleiros de nossa história.

Incorporado ao grupo principal do Grêmio durante a disputa da Série B de 2005, Marcelo Grohe foi sempre um representante da torcida gremista em campo. Foi titular na conquista do Gauchão de 2006 e participou dos títulos estaduais de 2007 e 2010.

Dono da camisa 1 desde 2014, Grohe soube aproveitar a oportunidade de defender a meta tricolor e obteve reconhecimento ao receber a Bola de Prata em 2014 e 2015 e ser convocado para a Seleção Brasileira em algumas oportunidades. De 2016 até hoje, seu protagonismo só aumentou.

Do pênalti defendido contra o Athlético nas oitavas de final da Copa do Brasil daquele ano à magnífica defesa contra o Barcelona, em Guayaquil, Grohe foi peça importante na retomada de títulos do Grêmio. Com sua frieza e segurança, acumulou ainda a Recopa Sul-Americana - segurando o pênalti do título - e o Gauchão desse ano.

O Grêmio agradece cada gota de suor dedicada nos 408 jogos com a camisa Tricolor e deseja ao seu ídolo o mesmo êxito que teve durante sua brilhante carreira no Clube. Obrigado, Grohe!