POLÍTICA

  • 03/01/2019 (15:22:22)

  • Da Redação

  • Repórter: Ascom

“Serenidade e temperança”

Secretário da Fazenda pede “serenidade e temperança” ao dar posse à equipe da Cage

Durante a solenidade, Cardoso voltou a mencionar que o momento é propício a profundas transformações do Estado

O secretário da Fazenda, Marco Aurelio Santos Cardoso, deu posse à equipe de comando da Contadoria e Auditoria-Geral do Estado (Cage), na manhã desta quinta-feira (3), recomendando “serenidade e temperança” neste período de profundas transformações. “Precisamos aliar essas características à reconhecida qualidade técnica do órgão, sem que isso represente falta de firmeza”, acrescentou.

Durante a solenidade, Cardoso voltou a mencionar que o momento é propício a profundas transformações do Estado. “Para deixarmos um grande legado, precisamos de instituições fortes. Vejo no controle não apenas um órgão de registro, mas sim um instrumento de gestão”, enfatizou.

O titular da Cage, Álvaro Fakredin, foi reconduzido para o mesmo cargo que ocupou nos últimos quatro anos e elencou, entre seus desafios, a ampliação das ações de transparência sobre o gasto público e de controle dos custos de diferentes áreas da máquina pública e a prevenção de eventuais casos de corrupção. Para tanto, Fakredin aposta em parcerias com a Controladoria-Geral da União (CGU). “Os desafios são muitos e precisamos olhar para frente”, destacou o subsecretário.

Sua meta é buscar para o Estado a primeira colocação nacional na Escala Brasil Transparente - Avaliação 360º, ranking do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União, que mede o nível de acesso às informações sobre a gestão pública de estados e municípios com mais de 50 mil habitantes. O Rio Grande do Sul saltou oito posições: da décima colocação que ocupava no início de 2015 para o segundo lugar no final de 2018.


Também foram definidos os subsecretários-adjuntos da Cage para a nova gestão: Antônio Carlos Ferreira Kehwald, Rogério da Silva Meira e Lorena Elisabete Dias da Silva. Sérgio Luiz Buchmann será o chefe de Gabinete.