ECONOMIA

  • 03/01/2019 (23:10:15)

  • Repórter: Secom/Piratini

Polícia e bombeiros

SSP garante pagamento de horas-extras a servidores ligados à Segurança

Em nota, Pasta sustenta que o decreto admite excepcionalidades para áreas essenciais

A Secretaria de Segurança Pública do Estado garantiu, por meio nota, que está assegurado o pagamento de horas-extras a servidores ligados à área. A Pasta emitiu o comunicado após o decreto assinado ontem pelo governador Eduardo Leite, que prevê a racionalização e controle de despesas de pessoal. A SSP sustenta que a medida admite excepcionalidades para áreas essenciais, como a Segurança Pública.

“O governo assegura que não haverá suspensão no pagamento de horas-extras a servidores da área, sem que haja prejuízo ao esforço de ajuste fiscal nas contas do Estado e garantindo a prestação do serviço à população”, completa a nota.

Mais cedo, o Comando da Brigada Militar emitiu documento de orientação aos batalhões para que suspendam, preventivamente, o pagamento de horas-extras aos agentes da corporação.

“A Brigada tem um volume grande de emprego de policiais e se demorar muito tempo pra uma definição talvez não conseguisse ajustar administrativamente as cargas horárias de trabalho. A Brigada, preventivamente, se organiza para evitar a necessidade de horas-extras”, explicou o tenente-coronel, Cilon Freitas da Silva, chefe de Comunicação Social da corporação.

A chefe da Polícia Civil, delegada Nadine Anflor, também disse à Rádio Guaíba que o decreto punha em risco operações da Polícia Civil. “Vamos remanejar e avaliar. Estamos nos reunindo com os diretores e definindo os próximos passos e como as operações policiais serão retomadas”, ressaltou.