AGRICULTURA

  • 08/01/2019 (23:20:14)

  • Da Redação

  • Repórter: EBC

Levantamento

Regiões agrícolas brasileiras puxam crescimento do PIB

Confira as taxas de crescimento dos maiores municípios do agronegócio

Municípios que figuram na lista dos 100 maiores produtores do agronegócio brasileiro cresceram, em média, 9,81% entre 2014 e 2016. O dado é do levantamento divulgado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e que combina as informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com as da Produção Agrícola Municipal (PAM), referentes às lavouras permanentes e temporárias em 2017.

Clique aqui para conferir os dados dos 100 maiores produtores agrícolas

Segundo o Mapa, esses municípios respondem por 7,2% do Produto Interno Bruto (PIB) do País e por 27,5% do Valor Bruto da Produção (VBP Lavouras). Dados do IBGE sobre o PIB Municipal de mais de 5 mil municípios mostram, ainda, um “forte crescimento” nas principais regiões agrícolas: 82% dos municípios brasileiros classificados como os maiores produtores do agro cresceram, em média, 4,4% ao ano.

Entre os cinco primeiros da lista, apenas um não apresentou crescimento do PIB entre 2014 e 2016. Trata-se do município de São Desidério, na Bahia. “Nos estados da Bahia, Piauí e Maranhão, muito afetados pelas secas ocorridas nos últimos anos, a redução de safras foi muito forte, ocasionando redução do valor da produção”, afirmou o coordenador-geral de Estudos e Análises da Secretaria de Política Agrícola do Mapa, José Garcia Gasques. Confira os números dos principais produtores:

  • 1º – Sorriso (MT): +12,76%
  • 2º – Sapezal (MT): +22,84%
  • 3º – São Desidério (BA): -23,48%
  • 4º – Campo Novo do Parecis (MT): +18,59%
  • 5º – Rio Verde (GO): +6,19%