SEGURANÇA

  • 09/01/2019 (11:40:59)

  • Da Redação

  • Repórter: Alegrete Tudo / Departamento de Comunicação – PMA

  • Fotógrafo: Divulgação

Chuva devastadora em Alegrete

Prefeito decreta situação de emergência em Alegrete

A Defesa Civil informa que o nível do Ibirapuitã está a 8m 76 cm acima do normal em medição às 7h 15min.

O prefeito Márcio Amaral, em razão do temporal que se abateu sobre a cidade, cancelou uma audiência que teria na manhã de hoje em Porto Alegre. Ele ficou na cidade e acompanha com preocupação a situação que a cidade está enfrentando em razão das fortes chuvas. Nesta manhã, o prefeito decretou estado de emergência no município devido a inundação e autorizou a mobilização de todos os órgãos municipais para atuarem sob a coordenação da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil nas ações de resposta ao desastre, reabilitação do cenário e reconstrução.

O decreto foi expedido tendo em vista que as precipitações pluviométricas extrapolaram a normalidade e a previsão de mais chuva para os próximos dias e também pelo fato de o rio Ibirapuitã estar bem acima de seu nível normal e o número de famílias desabrigadas e desalojadas de suas casas.

A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil divulga os primeiros números do temporal que se abateu sobre a cidade desde as primeiras horas desta quarta-feira. O rio Ibirapuitã, de acordo com a última aferição, às 7h15min, estava 8m 56cm e a chuva acumulada chegou a 233mm. Três famílias já foram retiradas de suas casas, sendo duas acomodadas no ginásio de esportes do Instituto Estadual de Educação Oswaldo Aranha e uma outra família em casa de parentes.

A Guarda Municipal informou que a rua Barão do Cerro Largo, que dá acesso ao Bairro Boa Vista, foi interditada. A avenida Alexandre Lisboa, por sua vez, está liberada.

Os bairros mais atingidos pelo temporal são Santo Antônio, Doutor Romário, Sepé Tiarajú, Vera Cruz, Macedo, Vila Nova, Olhos D’Água de Natal e Piola. Conforme a coordenadora Maysa Moreira, mais de 40 chamadas foram feitas por parte da população. Os telefones de plantão da Defesa Civil é 991477276 e 39611606.