CIDADE

  • 14/01/2019 (09:06:44)

  • Repórter: NSC/DC

E os hermanos? 

Cai em 70% o número de argentinos que passaram pela fronteira de Dionísio Cerqueira 

Levantamento da Polícia Federal aponta queda no acesso dos estrangeiros nos 10 primeiros dias de 2019; número de voos para o país vizinho também caiu

Dados do início desta temporada comprovam o que já era esperado pelo trade turístico: o litoral de Santa Catarina está recebendo menos turistas argentinos. Prova disso aparece do outro lado do Estado, na fronteira com o país vizinho em Dionísio Cerqueira: houve redução de 68% no número de argentinos que cruzaram a fronteira nos primeiros 10 dias deste ano na comparação com o mesmo período de 2018, segundo dados da Polícia Federal.

Os 4,8 mil turistas que passaram pelo local representam o número mais baixo dos últimos cinco anos. Se somadas as entradas de argentinos pela segunda aduana de turismo que começou a funcionar nesta temporada em SC, no município de Paraíso (2.630 passaram por lá), foram 7.452 visitantes, a metade do montante registrado no mesmo período do ano anterior só em Dionísio Cerqueira.

A crise levou o país vizinho a encerrar o ano com a moeda desvalorizada em 50% e a inflação acima de 40%. A recessão da economia dos hermanos impacta na temporada catarinense, o que não é novidade, diz o presidente do Sindicato das Empresas Turismo do Estado de Santa Catarina (Sindetur SC), Kid Stadler: