CIDADE

  • 17/01/2019 (10:38:09)

  • Repórter: Secom/PME

  • Fotógrafo: Divulgação

Safra da uva

Evento em Erechim marca a abertura da safra da uva

A comercialização da safra da uva acontece nos dias 20 e 27 de janeiro e 3, 10 e 17 de fevereiro, das 14h às 19h na Feira do Produtor. A Festa de São Brás acontece no dia 3 de fevereiro às 10h.

Nem mesmo a chuva que caiu na tarde desta quarta-feira, 16, atrapalhou os trabalhos de abertura da Safra da Uva 2019, na propriedade de Leomar Ogliari, localizada na Linha América, momento que contou com a presença de produtores, entidades parceiras, convidados, autoridades e os Poderes Executivo e Legislativo.

Num clima de resgate das raízes da cultura italiana e da chegada dos imigrantes em solo brasileiro, os trabalhos e manifestações durante a abertura foram direcionados para a importância da cultura para o município e região do Alto Uruguai, como do trabalho da agricultura familiar, base maior de união da família.

Na manifestação das autoridades que compuseram a mesa, Leomar Ogliari destacou a parreira como um grande símbolo de trabalho e união da família, uma cultura que representa o desenvolvimento de Erechim e região do Alto Uruguai.  

Charles Oldoni, do Grupo Avanti destacou o momento como de resgate cultural, lembrando o potencial do Alto Uruguai na cultura da uva. “Uma oportunidade de enaltecer todos os grupos étnicos e culturais que, unidos, fazem a grande diferença em nosso município e região”.
Gilberto Tonello da Emater pontuou a preocupação com a atual diminuição do número de parreiras no Estado, pontuando a importância que a cultura tem para os produtores rurais, especialmente da agricultura familiar.

O secretário da Pasta de Desenvolvimento Econômico e Agricultura, Altemir Barp, destacou a importância da abertura ter ocorrido em uma propriedade que possui 150 anos de história. 

Admiro estas propriedades que sobrevivem através da cultura da uva, portanto, nós devemos ser os maiores incentivadores. Se compramos a uva, é porque por trás existe um produtor e muito trabalho. Como Poder Público, estamos sempre à disposição para potencializar a cultura nas propriedades”.

Representando o Poder Legislativo, o vereador Alessandro Dal Zotto destacou a importância de se investir num pilar como a uva para se buscar desenvolvimento, como também incentivar o turismo na região através da agricultura familiar.

Por fim, o prefeito Luiz Francisco Schmidt destacou a presença de todos na solenidade de grande importância para a agricultura familiar. “Estamos, todos presentes, neste ato, para crescermos um pouco mais, pois a videira é o símbolo da união das famílias, esta que são como grãos de uma, ou seja, não são todos iguais, mas convivem com harmonia e união. A videira mantém a família vinculada à terra e este é um momento de celebrar a vida, ou seja, o início da colheita”.

Após os pronunciamentos, os presentes tiveram a oportunidade de assistir a uma apresentação do Grupo Avanti, que retratou a vinda dos italianos para o Brasil. No final dos trabalhos todos foram convidados para um coquetel com produtos da agricultura familiar.

A comercialização da safra da uva acontece nos dias 20 e 27 de janeiro e 3, 10 e 17 de fevereiro, das 14h às 19h na Feira do Produtor. A Festa de São Brás acontece no dia 3 de fevereiro às 10h.