POLÍTICA

  • 12/02/2019 (18:36:53)

  • Repórter: Antonio Grzybowski/Assessoria

  • Fotógrafo: Antonio grzybowski/Assessoria

Parlamento

Na tribuna, deputado Paparico Bacchi destaca compromissos do mandato

Líder da bancada fez o primeiro pronunciamento na Assembleia Legislativa

Disposto a ajudar a construir uma nova história para o Rio Grande do Sul o deputado Paparico Bacchi, fez o seu primeiro pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa. Ao usar a tribuna o parlamentar - que também é líder da bancada - ressaltou as bandeiras que defende no parlamento gaúcho e reiterou que pretende contribuir para mudar o panorama do Estado.

“Antes de estar deputado estadual, sou um professor de história. E, como historiador, me inspiro no pensamento de Mahatma Gandhi que afirma que se queremos progredir, não devemos repetir a história, mas fazer uma história nova”, lembrou o deputado.

Paparico Bacchi destacou a trajetória pessoal para recordar o caminho trilhado até conquistar uma cadeira na Assembleia Legislativa. Filho de pequenos agricultores e ainda adolescente, ele decidiu enfrentar o desafio de deixar a casa dos pais no interior do município de Paim Filho para trabalhar e estudar na cidade de Sananduva, buscando novas oportunidades em um período em que a atividade rural sofria os efeitos de três períodos consecutivos de estiagem.

“Lancei-me no mar das possibilidades, sempre ciente de que a única história que vale alguma coisa é a história que nós mesmos escrevemos. Entendo que o RS precisa se reencontrar e retomar o caminho do desenvolvimento, da boa educação e da boa saúde. O gaúcho tem que arregaçar as mangas e voltar a exaltar ainda mais aquele sentimento profundo que demonstra quando está diante da bandeira e do seu hino do nosso estado, que tão bem retratam as nossas façanhas”, afirmou o deputado que foi prefeito de São João da Urtiga por dois mandatos.

Ao destacar os compromissos do mandato reiterou que trabalha para promover o bem estar das pessoas, o desenvolvimento social e econômico  dos municípios e contribuir com a gestão fiscal do Estado. Entre as questões prioritárias está o fortalecimento dos hospitais microrregionais de média complexidade; a implantação das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde nos municípios, a implantação de políticas públicas para a organização e fomento das agroindústrias e criação de mecanismos que permitam a redução das alíquotas de tributos estaduais a partir do crescimento da receita.