POLÍTICA

  • 25/02/2019 (14:35:01)

  • Repórter: Assecom/Piratini

Meio ambiente

Governador anuncia Marjorie Kauffmann como presidente da Fepam

Eduardo Leite nomeou uma engenheira florestal para presidir o órgão.

À frente da Fepam, a engenheira florestal Marjorie Kauffmann pretende acelerar licenciamentos sem riscos para o ambiente - Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

Considerada uma das instituições-chave do governo do Estado pela responsabilidade de todos os licenciamentos ambientais do Rio Grande do Sul, a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) tem nova direção. O governador Eduardo Leite anunciou, nesta segunda-feira (25), que a engenheira florestal Marjorie Kauffmann passa a presidir o órgão.

“A recuperação econômica do RS passa pela Fepam. A Marjorie, como técnica, terá o papel de desenvolver mecanismos para que o respeito ao meio ambiente não signifique entrave ao desenvolvimento”, afirmou o governador. É nesse sentido, destacou Leite, que a pasta a qual está vinculada a Fepam passou a se chamar, na sua gestão, Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura.

“Precisamos identificar e acabar com processos desnecessários, investir em tecnologia e valorizar aquelas empresas que sempre tiveram boas práticas ambientais, facilitando os trâmites para elas, tal e qual o programa de Bom Motorista”, acrescentou o governador.

Graduada pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), mestre em Ambiente e Desenvolvimento pela Univates, doutora em Geociências pela Unicamp e pós-doutora também pela Univates, Marjorie iniciou sua carreira na Fepam.

Experiência em prefeitura
Depois de passar uma temporada trabalhando em Tocantins, voltou para Lajeado, sua cidade natal, onde, além de sócia-proprietária de uma assessoria na área de licenciamento ambiental, assumiu o cargo de diretora da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Na prefeitura, Marjorie conta que uma de suas principais contribuições foi ter analisado o fluxo de processos ambientais e conseguido minimizar os entraves, dando celeridade aos procedimentos. “Agora, à frente da Fepam, o desafio é ainda maior e terei como principal meta dar agilidade aos licenciamentos sem colocar em risco o meio ambiente”, afirmou Marjorie.