BRASIL

  • 02/03/2019 (08:07:09)

  • Gaucha ZH

  • Fotógrafo: THEO MARQUES / FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Lula deixa sede da PF para acompanhar velório do neto

Às 7h deste sábado (2), sob gritos de "força Lula", o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou a sede da Polícia Federal (PF) em Curitiba para participar do funeral do neto Arthur, sete anos, que morreu na sexta-feira (1º) vítima de meningite meningocócica. A saída temporária foi autorizada pela Justiça Federal.

Lula subiu a escadaria que leva ao heliporto do prédio da PF escoltado por agentes da corporação, com a cabeça baixa e vestido de preto. A ação levou menos de cinco minutos.

Nos arredores, o clima era de tranquilidade. A maioria dos vizinhos ainda dormia e não houve nenhuma manifestação ou ato público, exceto pelo solitário grito de apoio. O único movimento no local era de jornalistas, entre repórteres, cinegrafistas e fotógrafos.

A aeronave sobrevoou o bairro Santa Cândida e seguiu rumo ao Aeroporto de Bacacheri, na capital paranaense. Lá, o ex-presidente embarca para São Paulo em avião cedido pelo governo do Paraná. 

O corpo de Arthur será cremado às 12h no Cemitério Jardim da Colina, em São Bernardo do Cmapo. Depois disso, o ex-presidente retornará à cela na capital paranaense, onde cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A autorização para a saída temporária de Lula foi concedida com base na Lei de Execução Penal, que estabelece a previsão de saída temporária de presos para velórios e enterros de familiares, incluindo descendentes.