ESPORTES

  • 06/04/2019 (18:36:42)

  • Gaúcha ZH

  • Fotógrafo: Ricardo Duarte

FESTA COLORADA

Inter é o primeiro finalista do Gauchão 2019

Guerrero e Parede marcaram os gols da vitória

Na tarde deste sábado (6), o Inter bateu o Caxias por 2 a 0, com gols do estreante atacante peruano e de Guilherme Parede, e avançou à decisão do Gauchão — no placar agregado do mata-mata, Inter 4x1 Caxias. Grêmio ou São Luiz (a decisão será neste domingo, na Arena) será o adversário, com datas provisórias dos jogos para 14 e 17 de abril se for Gre-Nal, 14 e 21 de abril se for contra o time de Ijuí. Na terça-feira, o Inter volta à Libertadores, quando receberá em casa o Palestino.

Antes da estreia de Guerrero, a festa foi pelo aniversário de 50 anos do Beira-Rio. Foram homenageados em campo Valdomiro, Bibiano Pontes, Bráulio e Dorinho, jogadores daquele Inter que em 6 de abril de 1969 venceu o Benfica de Eusébio na inauguração do estádio. 

Superior em campo, o Inter marcou logo aos dois minutos, com Parede, após assistência de Sarrafiore, mas o gol foi anulado por impedimento. Com Guerrero à frente, Parede pareceu crescer. Aos oito minutos, bateu forte a gol e por pouco não marcou. Depois do choque inicial, o Caxias se ajeitou em campo, marcou a saída de bola do Inter, e equilibrou as ações. Aos poucos, Sarrafiore e Parede passaram a se destacar. Aos 21, tabelaram em frente à área, e o argentino bateu forte, para boa defesa de Cetin. 

Aos 36 minutos, um momento para ficar na história do cinquentenário Beira-Rio. Camilo cobrou escanteio e Paolo Guerrero, quase na marca do pênalti, saltou para cabecear, vencer o goleiro do Caxias, e marcar o seu primeiro gol com a camisa do Inter. Ato contínuo, após marcar na goleira do Gigantinho, Guerrero correu para os braços da massa na social — e foi soterrado pelos demais jogadores, na comemoração. O gol de Guerrero foi o de número 3.013 do Inter no Beira-Rio. 

No segundo tempo, com a vaga encaminhada, o Inter reduziu a pressão, e o Caxias partiu para o tudo ou nada. E deu espaço aso contra-ataques. Sarrafiore perdeu um gol concluindo na trave, após cruzamento de Uendel. Aos 23 minutos, Marcelo Lomba lançou a bola cerca de 50 metros para Parede que, contando com a furada de Foguinho, correu do meio-campo à área, enquadrou o corpo, olhou para Jonatan Alvez, mas preferiu chutar a gol. decisão certa: Inter 2 a 0.