CIDADE

  • 10/04/2019 (11:02:33)

  • Da Redação

  • Repórter: AScom

Língua Brasileira de Sinais

Libras para integrar com a comunidade surda

As aulas têm como público alvo os funcionários da secretaria e professores da Escola Municipal de Ensino Fundamental Othelo Rosa.

A secretária Municipal de Educação, Vanir Clara Bombardelli abriu, oficialmente, nesta terça-feira, 9, o Projeto de Formação de Libras, numa realização do Município, que tem como principal objetivo proporcionar aos professores e funcionários da Pasta o contato com a Língua Brasileira de Sinais e com a comunidade surda.

Tendo como responsáveis pela formação, Graziele Garcia da Silva Lucas e Eudézia Martins de Souza, tem como objetivos específicos identificar os conceitos básicos na Libras, apropriar-se dos principais sinais utilizados, desenvolver dinâmicas explorando a língua de sinais, aprimorar a expressão corporal e facial, compreender a importância da Libras para a comunidade surda e enfatizar a língua, cultura surda, identidade e história de surdos, aproximando os professores da comunidade surda.

As aulas que acontecem de abril a junho deste ano na sala de reuniões da Smed, das 17h30 às 19h30, têm como público alvo os funcionários da secretaria e professores da Escola Municipal de Ensino Fundamental Othelo Rosa.

Dentro da metodologia de trabalho, serão proporcionadas atividades criativas, dinâmicas e práticas para a aprendizagem da Libras, aperfeiçoando as expressões faciais e corporais, conhecendo a cultura e identidade surda e participando efetivamente da inclusão dos alunos no ambiente escolar interagindo e se comunicando em Libras.

O curso será realizado uma vez por semana, no turno da noite, duas horas por encontro, totalizando 20 vinte horas, através de atividades práticas trabalhadas por temas.

As aulas serão expositivas intermediadas com práticas e serão realizadas técnicas que estimulem os debates e a troca entre professores/alunos, alunos/alunos, como teatro, jogos, brincadeiras dinâmicas, contação de história e atividades do interesse e compressão do aluno. Os temas e assuntos discutidos e as dinâmicas serão previamente estruturadas.

A avaliação da disciplina se dará através da observação sistemática em sala de aula, da participação nas atividades, interesse, assiduidade e colaboração nas aulas, bem como a fluência e clareza na exposição em Libras. Será disponibilizado certificado para os que tiverem no mínimo 75% de frequência.