SAÚDE

  • 30/05/2019 (11:00:02)

  • Repórter: Agência Brasil

Ministro anuncia liberação

Vacina contra a gripe será liberada para população em geral na segunda-feira

Até 31 de maio apenas os grupos prioritários podem se vacinar

A campanha de vacinação contra a gripe será prorrogada na próxima semana em todo o País. Inicialmente, o encerramento estava previsto para amanhã (31). De acordo com o Ministério da Saúde, a partir de segunda-feira, a população em geral poderá procurar os postos para se imunizar. Ainda não há informações sobre quanto tempo a campanha deve permanecer ativa.

Até o momento, apenas os grupos prioritários podem procurar a rede pública para tomar a vacina. São eles: crianças maiores de seis meses e menores de seis anos, grávidas em qualquer período de gestação, mulheres até 45 dias após o parto (puérperas), trabalhador da saúde, idosos com 60 anos ou mais, professores, policiais, bombeiros e militares, além de portadores de doenças crônicas.

A meta do Ministério da Saúde era vacinar 90% do público-alvo, composto por 59,4 milhões de pessoas, até esta sexta-feira, dia 31. No entanto, até a última segunda-feira, 42,5 milhões de pessoas haviam se vacinado. O número corresponde a 71,6%.

Em Porto Alegre, 64,8% do público-alvo procurou as unidades de saúde para receber a dose. Puérperas, indígenas e professores superaram os 90% indicados pelo Ministério da Saúde como alvo para imunização, na Capital. Já os grupos com menores percentuais são crianças (57,5%), pessoas com doenças crônicas (50,6%) e gestantes (49,5%).

Em nível estadual, 2,7 milhões de pessoas já se vacinaram no Rio Grande do Sul, um total de 71,4% de cobertura. As crianças, entretanto, são o foco do governo na etapa final da campanha, já que o alcance vacinal está abaixo do total geral: apenas 64%.