ECONOMIA

  • 26/06/2019 (10:21:39)

  • Repórter: Assessoria/Sicredi Sul Minas

  • Fotógrafo: Divulgação

​ Sicredi faz balanço da participação na 6ª edição da Semana Nacional de Educação Financeira

Mais de duas mil pessoas participaram das ações na região

A Sicredi Sul Minas concluiu as ações relativas à participação na 6ª edição da Semana Nacional de Educação Financeira, também conhecida como Semana ENEF, realizada anualmente pelo Comitê Nacional de Educação Financeira (CONEF) para estimular o debate sobre o tema na sociedade. Foram 118 ações e 2.490 participantes nas ações que ocorrem em maio.

Foram realizadas atividades dinâmicas nas escolas que participam do Programa A União Faz a Vida para estudantes do ensino fundamental com o intuito de disseminar a educação financeira desde cedo. Ainda teve um bate papo sobre o assunto nas agências dos oito municípios de ação da Sicredi Sul Minas - Getúlio Vargas, Ipiranga do Sul, Quatro Irmãos, Sertão, Floriano Peixoto, Erebango, Jacutinga e Estação – com a participação das crianças.

“Todas as ações realizadas São motivos de muito orgulho para nossa Cooperativa! Neste ano, utilizamos o slogan fique no verde, com o intuito de orientar as pessoas a fazerem o bom uso do dinheiro, organizar seus orçamentos, lidar com o crédito e as dívidas, enfim promover o letramento financeiro de nossa população. Só temos a agradecer a todos pela participação e envolvimento e agradecer em especial aos nossos quase 20 mil associados que são a razão de ser de nossa Cooperativa e que nos ajudam diariamente a colocar nosso propósito em prática, ou seja, nos ajudam a fazer a diferença na vida das pessoas, para proporcionar desenvolvimento e realizar sonhos”, comenta Eduardo Schorr, Gerente de Relacionamento que promoveu as atividades.

Uma das grandes novidades deste ano foi a parceria do Sicredi com a Mauricio de Sousa Produções (MSP), que traz os personagens da Turma da Mônica de volta aos gibis para falarem de educação financeira de forma leve e divertida.

Educação financeira prepara para o futuro
Dentro de um cenário de incertezas, as pessoas buscam alternativas de ganhos econômicos quando há queda dos rendimentos em aplicações tradicionais. Em um mercado como o brasileiro, promessas de enriquecimento rápido e sem risco, como pirâmides financeiras - esquemas que enganam os investidores - e criptomoedas (moedas virtuais), com garantia de retorno de até 200% em 90 dias, são uma realidade. "A ilusão de ganhos altos em tempo recorde é sedutora, sobretudo para quem não busca informações concretas sobre como essas estruturas e mecanismos financeiros funcionam. No Brasil, o modelo de negócios da pirâmide financeira rui facilmente", explica o vice-presidente da Central Sicredi Sul/Sudeste, Márcio Port.

Atento a este cenário e com o objetivo de esclarecer as pessoas sobre a gestão das finanças, como melhor cuidar do dinheiro, possibilitando assim reconhecer possíveis negócios arriscados ou fraudulentos, o Sicredi realizou ações no RS e em SC dentro da 6ª Semana Nacional de Economia Financeira. "A melhor forma de combate aos esquemas que podem, de um dia para o outro, ser prejudicial às finanças de qualquer pessoa é a informação. Por isso que o Sicredi entende a Semana ENEF como fundamental para o esclarecimento sobre como lidar com o dinheiro", destaca Port.

Ser de fato um parceiro dos associados e estar ao lado deles é um dos compromissos fundamentais do Sicredi, pois são informações precisas, escolhas conscientes e uma vida financeira equilibrada, com gastos controlados e administrados, que impactam na qualidade de vida de cada indivíduo, contribuindo para a realização dos seus sonhos