CIDADE

  • 28/06/2019 (21:33:21)

  • Repórter: Assessoria/PMG

Água com qualidade

​ Distribuição às comunidades do interior de Gaurama é fiscalizada 

Poços, fontes e caixas são monitorados e recebem tratamento adequado

A água está presente no nosso dia a dia, desde o cozimento de alimentos, para hidratação do corpo, higiene e demais formas de uso. Não é para menos que é o líquido mais consumido do mundo, afinal, é primordial para a vida e para a manutenção da saúde. “Receber água tratada nas torneiras é uma questão de saúde pública, uma vez que, o não tratamento causa doenças nas pessoas. Febre tifoide, cólera, diarreias, esquistossomose e até hepatite, são as doenças mais conhecidas e que, normalmente têm origem na contaminação da água”, explica a Secretária Saúde de Gaurama, Márcia Wosniak Devens, que também é enfermeira.

Para os gauramenses que residem no perímetro urbano do município, a Corsan faz o tratamento e a distribuição, porém, o sistema no interior do município é diferente. A água vem dos poços ou fontes e chegam aos reservatórios. Ali, recebe o tratamento adequado que é realizado por uma empresa contratada pelo Governo Municipal, ficando própria para o consumo. Dos reservatórios até as casas, as comunidades se responsabilizam.

A Secretaria de Saúde, juntamente com Vigilância em Saúde do Município desenvolve um papel essencial para a prevenção das doenças, pois todos os locais são devidamente fiscalizados pelo funcionário Gelson Saccomori (foto), que, além de verificar a qualidade da água através do encaminhamento de amostras para análises, é quem alimenta toda a parte burocrática que deve ser feita junto ao Ministério da Saúde.

“Gaurama sempre teve água em abundância, porém, nesses últimos três anos, a qualidade da água é inquestionável. Às vezes os moradores reclamam do gosto do cloro, mas, dos reservatórios até as casas, acontece de estourar um cano e a comunidade concerta. Porém, se houve contaminação dessa água, o cloro age rápido e o gosto sentido é das bactérias mortas. Se não houvesse esse tratamento, as pessoas poderiam adoecer muito, pois as bactérias estariam agindo diretamente no organismo de cada um”, afirma o fiscal Gelson.

 “Tanto eu, como o vice-prefeito Elias Seibt, entendemos que saúde é a ausência de doenças então, as ações em prevenção recebem muito a nossa atenção. São os melhores investimentos, pois é desta maneira que a saúde se efetiva. Queremos uma sociedade saudável e para isso, zelamos pela qualidade da água e também oferecemos muitos outros programas e atividades que visam à prevenção”, afirma, o prefeito de Gaurama, Leandro Márcio Puton.

Gaurama possui 15 poços profundos e 3 fontes. Há também 3 poços em processo de licenciamento que vão melhorar ainda mais o acesso à água potável aos moradores do interior do município.