CIDADE

  • 03/07/2019 (11:34:59)

  • Repórter: G1

A polêmica vai aumentar

Prefeitura do Rio define regras para uso de patinetes elétricos

A prefeitura define, em um dos artigos, que os veículos devem ter indicadores de velocidade, campainha e sinalização noturna – tanto na parte da frente, como da parte de trás, traseira e lateral do patinete.

Um decreto do prefeito Marcelo Crivella estabelece regras para o uso de patinetes elétricos na Cidade do Rio.

A prefeitura define, em um dos artigos, que os veículos devem ter indicadores de velocidade, campainha e sinalização noturna – tanto na parte da frente, como da parte de trás, traseira e lateral do patinete.

Apenas maiores de 18 anos poderão usar o serviço.

Caso desrespeitem a lei e façam mau uso dos meios de transporte, os usuários poderão ser processados civil, penal e administrativamente.

O texto prevê, ainda, que os patinetes podem circular nas ciclovias, ciclofaixas e faixas compartilhadas. Para isso, os condutores devem observar a sinalização adequada e os limites de velocidade em cada situação.

As velocidades previstas para os equipamentos são de 20 km/h e 6 km/h, respectivamente.

A utilização nas vias destinadas ao tráfego de veículos só será permitida quando a velocidade regulamentada na via for de até 40 km/h.

Será também permitida a circulação em vias fechadas para lazer, desde que a velocidade máxima da patinete não ultrapasse 6 km/h.

A prefeitura também recomenda ao usuário que se utilize capacete.
"Pesquisas internacionais comprovaram que a maioria dos acidentes ocorre até a nona corrida. Assim, para minimizar os acidentes que ocorrem com novos usuários, a velocidade máxima do patinete será de 12 km/h", diz o texto.