ESPORTES

  • 03/07/2019 (23:48:24)

  • Da Redação

  • Repórter: Fonte: Correio do Povo

Peru enfrenta Brasil

Peru vence o Chile por 3 a 0 na Arena e enfrenta o Brasil

Com grande atuação e gol de Paolo Guerrero, peruanos voltam a uma decisão depois de 44 anos

O Peru será o adversário do Brasil na decisão da Copa América. Na semifinal disputada ontem, na Arena do Grêmio, os peruanos surpreenderam o Chile, venceram por 3 a 0 e avançaram à final de domingo, no Maracanã. Um resultado inesperado, mas justo pelo que foi a partida. Gallese, goleiro do Peru, foi o destaque da noite gelada em Porto Alegre. Paolo Guerrero deixou a sua marca.

A seleção peruana mostrou suas credenciais logo a um minuto. Em bela jogada de Guerrero, o centroavante limpou a marcação e deu para Cueva, livre, bater para fora. A resposta do Chile veio aos 6 minutos. Após boa triangulação pela esquerda, Aránguiz tocou para Beausejour e recebeu de volta, mas chutou à direita, perdendo o gol. 

Os peruanos dominavam o jogo, enquanto o Chile era apático em campo. Aos 19, Flores roubou a bola e carregou até a grande área, o chute cruzado desviou na zaga. O gol era questão de tempo. Aos 20, cruzamento de Cueva, Carrillo deu um leve toque de cabeça e a bola sobrou para Flores, que finalizou no canto, 1 a 0. 

Além de criar as principais oportunidades, o Peru era competente na marcação e não dava espaços. Aos 37 minutos, Carrillo foi lançado pelo lado direito, o goleiro Arias foi até a lateral tentar roubar a bola e acabou driblado, Yotún recebeu o cruzamento, matou no peito e bateu para o gol vazio, um golaço, 2 a 0. 

Como era de se esperar, o Chile foi para cima na segunda etapa. Aos 5 minutos, cobrança de falta na área e Vargas cabeceou, a bola bateu na trave. Com a vantagem no placar, o Peru ficava no campo de defesa esperando o adversário e especulando nos contra-ataques. E foi assim que quase marcou o terceiro. Aos 14 minutos, rápido contragolpe, troca de passes na área e Yotún chutou por cima do gol. 

Aos 22, Beausejour, sem querer, quase encobriu Gallese. O goleiro do Peru voltou a aparecer aos 29, ao salvar o chute de Vargas, que perdeu uma chance incrível. Gallese, inspirado, ainda evitou o gol de Sánchez. Nos acréscimos, Guerrero, com direito a drible no goleiro, fez o terceiro, 3 a 0. 

No fim, o Chile ainda teve pênalti, sofrido por Aránguiz. Eduardo Vargas tentou cavadinha e, sem sucesso, parou na defesa do goleiro Gallese, que não precisou fazer esforço para segurar a cobrança, reflexo da má atuação chilena ao longo do confronto. 

Na primeira fase, Brasil e Peru já se enfrentaram, com goleada brasileira por 5 a 0.