SEGURANÇA

  • 26/07/2019 (10:02:08)

  • Da Redação

  • Repórter: Alegrete Tudo

Detentos são flagrados tentando fugir do Presídio Estadual de Alegrete

Com a capacidade para 81 apenados, hoje o Presídio de Alegrete está com 203.

Uma tentativa de fuga, no Presídio Estadual de Alegrete, foi frustrada pelo policial militar que fica na Guarda Externa. Ele percebeu o movimento de apenados no pátio e deu ordem para que retornassem às celas.

Na sequência, sem que eles cumprissem o que foi determinado, houve disparos antimotim e os detentos retornaram para o interior da casa prisional. Agentes da Susepe também já estavam mobilizados.

A Brigada Militar foi acionada e imediatamente chegou no local para auxiliá-los. Uma cela estava aberta, por esse motivo foi realizada a verificação em todas para ter certeza de que nenhum apenado teria efetivado a tentativa. Depois de quase duas horas a confirmação foi de que não houve fuga.

O fato aconteceu por volta das 4h20min.,desta quinta-feira (25). Ninguém ficou ferido e não houve indício de tumulto. Pelo sistema de videomonitoramento foi confirmado que seriam dois apenados da cela 3.

Toda ação tem uma reação e não poderíamos deixar essa situação passar. Por esse motivo no mínimo três detentos serão transferidos para outras cidades – disse o Chefe de Segurança, Clóvis Salbego.

Diretor do Presídio descreve como foi a tentativa de fuga na madrugada de ontem no Presídio

O agente da Susepe explicou o que aconteceu na madrugada de quinta-feira(25). Dois apenados serraram a grade da janela da cela 3 e saíram para o pátio. Salbego ressaltou que a ação não durou poucos segundos, da saída até o canto do pátio onde pretendiam sair. Neste momento, a ação foi identificada pelo policial militar que estava na guarita externa que deu ordem para que eles retornassem à cela. Sem sucesso, realizou os disparos antimotim. Com isso, os demais agentes da Susepe já estavam mobilizados e iniciou o trabalho de vistoria, contagem e identificação dos apenados.

O administrador, Cledir Luis Pies, falou que os detentos retornaram para a cela, antes deles entrarem no pátio. Ele acredita que foi uma ação isolada, somente dos dois, porque não houve indícios de que outros iriam sair, assim como, não teve nenhuma situação de stress como tumulto ou tentativa de rebelião.

” Precisamos agradecer o pronto emprego da Brigada Militar que entrou conosco, em poucos minutos depois dos disparos, e de toda a equipe da Susepe. Todos estavam engajados e desta forma foi possível realizar um trabalho rápido e evitar qualquer outra situação de risco. O pátio foi vistoriado, banheiro, telhado, colocamos todos da cela 3 em outra (cela), da marcenaria e foi realizada a revista pessoal. Tudo isso com nosso baixo efetivo e com todas as nossas deficiências. Esses profissionais demonstraram o alto padrão de profissionalismo. ” – enalteceu Salbego.

Cleir, ainda, completou dizendo que na revista da cela foram localizados estoques, celulares, cachaça artesanal e a serra utilizada para cortar a grade. “Estamos analisando toda ação, assim como o perfil dos dois detentos que saíram, pois a câmera flagrou o momento em que saíram. Deste modo, no mínimo três serão transferidos. Com a capacidade para 81 apenados, hoje o Presídio de Alegrete está com 203. Sem contar os 82 que já estão em sistema de rodízio que deve chegar a 90, somente aí, já ultrapassa a capacidade total da Casa Prisional, explicou.