EDUCAÇÃO

  • 06/08/2019 (17:47:12)

  • Repórter: Secom/Piratini

​ PROGRAMA GAÚCHO DE ALFABETIZAÇÃO

Seduc pretende melhorar rendimento nos anos iniciais

A Secretaria da Educação (Seduc) lançou oficialmente, na manhã desta terça-feira (6/8), no auditório do Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff), o programa RS Alfabetizado, que visa intensificar ações de melhoria da aprendizagem dos estudantes do 1º ao 3º anos do Ensino Fundamental. 

O foco é promover avaliações diagnósticas com os alunos, identificar as dificuldades e realizar formações continuadas com os professores. O projeto já funciona de forma piloto em 60 instituições de ensino e atende mais de 6 mil crianças da Região Metropolitana de Porto Alegre. 

A diretora-adjunta do Departamento Pedagógico da Seduc, Neli Moreira, destaca que o programa é uma prioridade para o governo do Estado e diz que a alfabetização é um momento fundamental na formação do estudante. “Não adianta querermos mudar o IDEB do Ensino Médio se não lembrarmos que tudo começa na alfabetização. A educação começa na base e a nossa prioridade é qualificar o rendimento do Ensino Fundamental”, explica.

A assessora pedagógica do Ensino Fundamental da Seduc, Ludimila Andrade, acrescenta que “o ponto central do RS Alfabetizado é o monitoramento das aprendizagens durante o processo de alfabetização nos anos iniciais. Isso permite com que as etapas deste trabalho sejam constantemente reavaliadas e readaptadas para qualificar o ensino”, afirma.

Avaliação diagnóstica dos estudantes

A previsão é realizar duas avaliações diagnósticas com as séries iniciais ainda em 2019. A primeira deve ocorrer no final de agosto e a segunda no final do mês de novembro. Em 2020, a meta é promover três avaliações. O objetivo é verificar o desempenho e os índices de aprendizagem por aluno, escola e coordenadoria. Desta forma, será possível planejar ações específicas para cada situação.