CIDADE

  • 21/08/2019 (13:11:26)

  • Repórter: MP/redação

  • Fotógrafo: Auonline

PREFEITO DE MARIANO VAI RECORRER SEM DEIXAR O CARGO

Justiça em Erechim condena Fantin por suposta perseguição política a servidora

Prefeito ainda não foi notificado, vai recorrer e permanece com atividades normais

O Poder Judiciário de Erechim julgou procedente ação de improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público, condenando o Prefeito Municipal de Mariano Moro, Irineu Fantin, por desvio de finalidade e/ou poder, por perseguição política de servidora pública concursada. 

Segundo os fatos, Irineu Fantin transferiu servidora pública que não o apoiara em campanha política para uma sala isolada e sem estrutura para o trabalho, indicando, assim, a motivação política de seu ato. 

A sentença judicial condenou Irineu Fantin às sanções de suspensão de direitos políticos por 03 (três) anos e pagamento de multa civil no equivalente a 10 (dez) vezes o valor da remuneração recebida pelo Prefeito. Cabe recurso da decisão em primeira instância. 

A defesa do Prefeito de Mariano Moro vai emitir nota nas próximas horas sobre a decisão da Justiça em Erechim e sobre o recurso. O prefeito ainda não foi notificado e fica no cargo normalmente enquanto tramitar recurso em outras instâncias.