CIDADE

  • 23/08/2019 (08:38:08)

  • Repórter: Lúcio Vaz/Gazeta do Povo

  • Fotógrafo: Ilustração

VITALÍCIO E GENEROSO

Plano de saúde do Senado pagou despesa de R$ 395 mil

A informação publicada pelo jornalista Lúcio Vaz, do jornal Gazeta do Povo,  é de que somente nos primeiros seis meses deste ano o generoso plano de saúde que os brasileiros pagam para senadores, ex-senadores e suas esposas, já gastou R$ 5,8 milhões. 

Responsável pela segunda etapa da reforma da Previdência, o Senado Federal cuida muito bem dos seus ex-parlamentares. O plano de saúde do Senado – que é vitalício e mantido com dinheiro público – atende hoje 191 ex-senadores, mais os seus cônjuges. As maiores despesas médicas chegaram a R$ 300 mil e R$ 395 mil no primeiro semestre. Senadores e ex-senadores são atendidos em hospitais particulares e reembolsados pelo Senado, que mantém contratos com o Sírio Libanês e o Albert Einstein, em São Paulo. 

A despesa com o plano de saúde dos ex-senadores nos seis primeiros meses da atual legislatura já chega a R$ 5,8 milhões. Bem mais do que o valor gasto com os titulares – R$ 1,7 milhão. Apenas dois dos atuais senadores não são filiados ao plano – Reguffe (DF-sem partido) e Girão (PODE-CE). Eles também abriram mão das demais mordomias oferecidas, como carro oficial, imóvel funcional, auxílio-moradia e aposentadoria especial, além de não utilizar a cota para o exercício do mandato, o “cotão”."