SEGURANÇA

  • 26/08/2019 (19:34:45)

  • Jornal Pioneiro

  • Fotógrafo: Redes Sociais

SUSTO

Jovem quebra pernas em brinquedo de parque de aventura em Nova Roma do Sul


Está na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital São Carlos de Farroupilha uma das jovens que sofreu um acidente em um brinquedo do parque de aventuras em Nova Roma do Sul. O estado é considerado grave porque ela teve fratura nas duas pernas.

O acidente ocorreu no começo da tarde do último sábado (24). Iaritsa Bortollini Prais Tavares, 18 anos, e a prima Eduarda Daghetti, 17, estavam em uma das atrações do Eco Parque – uma espécie de balanço duplo que é içado em uma torre e, depois, solto de grande altura – quando o equipamento teria tido um problema mecânico. Um vídeo que circula na internet mostra o que parece ser uma queda das duas, mas informações repassadas por quem estava no local apontam que elas não chegaram a cair. 

Eduarda deu entrada no Hospital São Carlos também no sábado, mas, segundo a instituição, foi transferida para o hospital Cristo Redentor, em Porto Alegre, em função de complicações de um problema na coluna. No entanto, foi liberada ainda no domingo (25).

Segundo o secretário de Administração e Saúde de Nova Roma do Sul, Roberto Panazzolo, o primeiro atendimento foi feito por uma ambulância do município. Em função dos ferimentos, Iaritsa e Eduarda foram levadas imediatamente ao Hospital São Carlos.

– Estamos buscando, neste primeiro momento, a recuperação das pessoas, que é o que mais importa. Lógico que toda a questão do parque, alvará, manutenção, tudo isso, também vai ser analisado – disse Panazzolo.

O caso foi registrado na Polícia Civil como lesão corporal que investiga as circunstâncias em que ocorreu a queda. A polícia interditou o brinquedo e solicitou perícia pelo Instituto-Geral de Perícias (IGP) de Caxias do Sul, que deve ser feita durante esta semana. Na tarde desta segunda, o delegado Adriano Linhares, que responde pela delegacia de Nova Roma do Sul, esteve no local. A investigação também pediu os prontuários de atendimento de Iaritsa e de Eduarda.

Em nota, o responsável pelo Eco Parque, Julio Cesar de Borba, lamentou o ocorrido. Confira a nota na íntegra:

"O trabalho com turismo representa a entrega de seu tempo e de sua capacidade em uma atividade capaz de levar novas experiências, novas relações, novos conteúdos e novos conhecimentos à sociedade. Dentro desse campo, decidir  trabalhar com Turismo de Aventura é decidir colocar em prática o sonho de uma vida mais plena de natureza, de superações, de felicidade  e compartilhamento. É sobretudo, proporcionar aos outros vivenciar experiências marcantes em suas vidas. Sendo assim, há mais de 19 anos a Cia. Aventura nascia com a ideia de transformar o sonho de vivenciar momentos especiais na natureza partilhado por muitas pessoas em realidade. Foram anos de aprendizado, de discussões, de aperfeiçoamento e capacitação. Estivemos juntos nos primeiros momentos de organização do produto de aventura no Rio grande do Sul. Fomos uma das pioneiras do turismo de aventura na Região Uva e Vinho. Respaldados por essa experiência, há 11 anos surgia o Eco Parque Cia Aventura colocando, definitivamente, Nova Roma do Sul no Mapa do turismo de aventura do Brasil. 

Trabalhar com segurança, em locais apropriados, com equipamentos seguros e constantemente  vistoriados, capacitar nosso atendimento e oferecer ao visitante experiências de aventura em contato com a natureza nos levaram a construir um dos maiores centros de lazer de turismo de aventura do Rio Grande do Sul. Porém, desde cedo compreendemos que trabalhar com turismo de aventura, significa gerenciar riscos e administrar os possíveis fatores que induzam a acidentes ou incidentes para que se aproximem do zero. E esse foi sempre nosso trabalho. 

Infelizmente nesse final de semana, depois de 19 anos de atuação da Cia Aventura e de 11 anos de atuação do parque, ocorre um acidente pela primeira vez e que nos causa profunda tristeza pelo ocorrido. Nesse momento, nos cabe em primeiro lugar prestar toda solidariedade e empenho junto às vítimas e suas famílias. Felizmente, uma das vítimas já está em casa e continuamos ao lado da família da segunda vítima ainda hospitalizada.

Cabe ainda colaborar para darmos toda atenção à perícia do equipamento para descobrir que possível falha possa ter ocasionado o acidente e corrigir qualquer probabilidade de um novo acidente. Continuamos firmes no propósito de prestar toda atenção às nossas visitantes que, por força de uma fatalidade, sofreram tais consequências e  na fé firme de que logo, ambas, estarão totalmente recuperadas. Prosseguimos na luta em oferecer o melhor produto de turismo de aventura possível, o mais confiável e seguro. O Eco Parque esta seguro de que esse acidente será sanado e que continuaremos a oferecer experiências positivas  às milhares de pessoas que já estiveram conosco nessas aventuras.

Estamos cientes de nosso preparo, nossas responsabilidades, nossas capacitações e o apoio que temos recebido de todos, inclusive das famílias das nossas "visitantes acidentadas", nos faz entender que podemos superar logo essa sensação de tristeza que nos acomete agora e, juntos com nossos clientes e amigos, celebrar a vida com muita aventura segura em nossas terras."

Veja o vídeo do acidente: