ECONOMIA

  • 29/08/2019 (21:26:23)

  • Repórter: Assessoria/Expointer

1200 PEDAÇOS DE PIZZA 

Maior pizza do Brasil é aprovada pelo público da Expointer

A ideia da pizza gigante foi divulgar a qualidade dos laticínios gaúchos.


A hora do almoço desta quinta-feira (28) teve uma opção especial para quem estava visitando a Expointer, em Esteio. Na casa da Associação das Pequenas Indústrias de Laticínios do Rio Grande do Sul (Apil) no parque Assis Brasil, uma equipe de 15 pizzaiolos preparou a maior pizza do Brasil. Com sabor de recorde, a pizza de 160kg e 3m e 46cm de diâmetro foi assada durante cinco horas e  rendeu cerca de 1.200 pedaços para um público que aguardava ansioso desde o início da manhã. 

A ideia da pizza gigante foi divulgar a qualidade dos laticínios gaúchos, como explicou o presidente da Apil, Wlademir Dall'Bosco. "A indústria do setor lácteo tem um vínculo muito grande com a atividade do produtor de leite, e como a Expointer é a vitrine de tudo que se produz no campo, nós trouxemos para cá a ideia da pizza como uma oportunidade de mostrar para o público os excelentes queijos produzidos no Rio Grande do Sul", contou. 



Quem liderou e equipe de produção da pizza gigante foi o pizzaiolo Peterson Secco, que encarou as situações adversas como um desafio. "Foi muito empolgante. Todo o processo levou cerca de 18 horas e usamos a nossa experiência e todo o estudo e cursos que fizemos para fazer um produto excelente em uma situação nada favorável, que é assar uma pizza deste tamanho a 110°C".  A aprovação do público, segundo Secco, foi a maior recompensa. "Ver a pizza acabando me dá a sensação de dever cumprido", afirmou.  

O lanche gigante realmente agradou e teve quem esperou horas e até dias para provar, como o caso do bancário Bruno Mayer, que ouviu na terça-feira a notícia de que a maior pizza do Brasil seria produzida e se programou para conferir o resultado. "Vim de Porto Alegre e estou aqui desde às 8h. Acompanhei e fotografei todo o processo de evolução da pizza e valeu a pena, está uma maravilha, crocante e super gostosa", garantiu. 



Quem também saiu de Porto Alegre para curtir a feira e a pizza foi Diná Souza, e nem o sol forte e o calor de 32°C desanimaram, pelo contrário. "Está um dia maravilhoso e eu estava em casa de manhã assistindo televisão quando vi eles montando a pizza. Então pensei: vou para lá", disse a aposentada que não se decepcionou nem com o passeio e nem com a pizza. "Está uma delícia", confirmou. 

Com a ajuda de um maçarico, um dos pizzaiolos utilizou um equipamento de rappel para distribuir e derreter o queijo e outros ingredientes, pairando sobre a massa no forno armado. Os "voos" sobre a pizza eram os momentos que mais impressionavam quem passava pelo local.  O burburinho e o aroma da pizza também atraíram muitos curiosos que passeavam pelo parque. Entre eles Morgana Marafigo, que mesmo trabalhando em uma pizzaria em Novo Hamburgo não cansa de provar o lanche e aprovou a pizza recordista. "Muito boa mesmo!", opinou.  


A receita do recorde, de acordo com o pizzaiolo Secco levou 25 kg de farinha, 25 kg de tomate, 1 kg de manjericão, 1 kg de orégano, 30 litros de molho e, claro, muito queijo. Foram 80 kg entre muzzarella, provolone, parmesão, gouda e requeijão. "Nós usamos os queijos produzidos pelos associados da Apil. Ficou uma marguerita aos cinco queijos", esclareceu Secco.