ESPORTES

  • 07/09/2019 (19:25:59)

  • Futebol do Interior

FESTA EM AZUL E BRANCO

Ypiranga saiu na frente, mas gol de Renan levou o Confiança para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro



Após 27 anos, o Confiança voltará a disputar uma Série B do Campeonato Brasileiro. O time comandado por Daniel Paulista fez um jogo tenso contra o Ypiranga, no Colosso da Lagoa, em Erechim, e conquistou o acesso com um empate por 1 a 1, em jogo válido pela rodada de volta das quartas de final da Série C. No jogo de ida, o Dragão de Aracaju venceu por 1 a 0.

Na Série C desde 2015, o time sergipano já havia disputado as quartas de finais em 2017 e 2015, amargando eliminações para Londrina e São Bento, respectivamente. Depois das tentativas frustradas, enfim conquistou o grande objetivo e vai jogar a Série B, divisão que não disputava desde de 1992.


Leonardo Zill


Do lado do Ypiranga, lamentou-se a oportunidade desperdiçada de fazer história, uma vez que o time jamais disputou a segunda divisão. Ainda assim, os jogadores tiveram o esforço reconhecido e terminaram o jogo sob aplausos da torcida.

O primeiro tempo foi marcado por muito nervosismo e ansiedade de ambos os lados. Os dois times erraram muitos passes e finalizações, com bastante dificuldade em executarem alguma proposta de jogo. De qualquer maneira, o Ypiranga foi mais eficiente e superou as adversidades para abrir o placar aos 19 minutos, quando Ávila deu um passe preciso para Paulinho, que dominou e mandou para a rede.

Depois do gol, o nervosismo prevaleceu, mas o Confiança fez o que pode para buscar uma reação ainda no primeiro tempo, o que não foi possível. O Dragão até teve uma grande chance de empate, em finalização de Anderson, aos 37 minutos, mas o goleiro Deivity apareceu, como de costume, para salvar o Canarinho.

NO FIM

Logo no início do segundo tempo, Deivity precisou trabalhar de novo, desta vez em uma boa saída para evitar que a bola chegasse à cabeça de Flávio. O jogo foi ficando cada vez mais tenso e truncado, com o Ypiranga deixando bastante claro que preferia levar o jogo para os pênaltis do que correr o risco de levar o empate.

A postura, no entanto, não funcionou e o Confiança chegou lá. Aos 39 minutos, Felipe Lima bateu escanteio na primeira trave, onde a bola encontrou Renan Gorne bem posicionado para desviar de cabeça para o fundo da rede. Os minutos finais foram de pressão total do Ypiranga, mas não foi o suficiente.  

Divulgação / AD Confiança