EDUCAÇÃO

  • 16/09/2019 (10:38:40)

  • GZH

  • Fotógrafo: UFRGS/Reprodução

ÚLTIMO DIA

Inscrições para o vestibular da UFRGS terminam nesta segunda-feira

Provas serão realizadas em dois finais de semana, entre o fim de novembro e o início de dezembro


Interessados em ingressar no Ensino Superior têm até esta segunda-feira (16) para se inscrever no vestibular 2020 da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). As inscrições podem ser feitas até as 23h59min pelo site vestibular.ufrgs.br. 

Os candidatos que não receberam a isenção do valor da inscrição (R$ 145) devem pagar o boleto até terça-feira (17) — quem realizar o pagamento após o horário bancário ou o vencimento terá a inscrição cancelada.

Serão oferecidas 3.980 vagas em 90 cursos gratuitos de graduação. O vestibular de 2020 será realizado em dois finais de semana, nos dias 23, 24 e 30 de novembro e 1° de dezembro, diferentemente dos anos anteriores, quando as provas eram realizadas em janeiro. O início do concurso em todos os dias está marcado para as 15h, com exceção para os sabatistas, que têm assegurado horário diferenciado. Os candidatos terão quatro horas e 30 minutos para resolver questões de múltipla escolha e a redação. As provas serão realizadas nas cidades de Porto Alegre, Bento Gonçalves, Imbé e Tramandaí. 

Além da mudança sobre o período de aplicação das provas, a edição deste ano terá alteração quanto ao uso da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os vestibulandos não poderão mais utilizá-las como benefício ao concurso devido à antecipação da divulgação do resultado final. A destinação de 30% das vagas para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) segue inalterado, inclusive com a previsão da inclusão de vagas dos cursos de Artes Visuais e Teatro.

Nesta edição, assim como nas anteriores, 50% das vagas são reservadas para o acesso universal e 50% para o programa de ações afirmativas (cotas). A distribuição da reserva de vaga se dá em oito modalidades, conforme as condições: renda familiar inferior a 1,5 salário mínimo nacional per capita e autodeclaração racial preta, parda ou indígena e de pessoa com deficiência — direito que pode ser utilizado apenas pelo candidato que tenha cursado a integralidade na rede pública de Ensino Médio.