ESPORTES

  • 06/10/2019 (14:04:36)

  • Fotógrafo: Edson Castro

VEJA OS GOLS

ATLÂNTICO SE DESPEDE DA LNF 2019

Galo sofreu derrota em Pato Branco e finaliza sua participação na edição deste ano

Não deu! Este é o sentimento que ficou para o Atlântico após perdeu neste domingo o jogo da volta para o Pato Futsal, pelas oitavas de final da Liga Nacional de Futsal (LNF). No tempo normal, os donos da casa precisavam vencer para reverter a vantagem conquistada pelo Galo em Erechim. E venceram, 3 a 1. Depois, na prorrogação, novamente o Pato esteve melhor e fechou o placar em 7 a 1.

O Pato, atual campeão segue adiante na competição. O Atlântico, que foi vice-campeão na última edição, seguirá a temporada agora com foco na Liga Gaúcha de Futsal. 


O jogo

Atuando em casa e com grande apoio do torcedor que lotou o Dolivar Lavarda, o Pato buscava tomar a iniciativa do jogo. Pela frente encontrou uma boa defesa da equipe de Erechim.

Porém, aos 13min32, em cruzamento pela direita Neginho apareceu na frente da marcação e fez 1 a 0 para os donos da casa.

O primeiro tempo, embora as tentativas das duas equipes, terminou mesmo em 1 a 0. A volta para a etapa final teve o Atlântico mais ofensivo e chegando ao gol de empate aos 8min03. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou na área para Gessé tocar e fazer 1 a 1.

A reta final do jogo foi bastante movimentada. O Pato passou a atuar com goleiro linha e conseguiu voltar à frente do placar aos 18min59, quando Jhow marcou. A partir dai, foi o Atlântico que entrou com goleiro linha, já que o empate no tempo normal o classificaria.

Mas o Pato conseguiu fazer o terceiro gol aos 19min27, novamente com Jhow. O 3 a 1 para o Pato no tempo normal levou então a decisão para a prorrogação, já que em Erechim o Galo havia vencido por 4 a 3.

No tempo extra, o Pato amplia a vantagem a 1min22, quando Peru fez o primeiro na prorrogação, o quarto dos donos da casa.

O Atlântico passou então a atuar com goleiro linha, mas não foi dia em que as coisas deram certo. O Pato marcou mais três gols fechando o placar em 7 a 1, com Jhow a 1min45 da segunda etapa, Tom aos 3min53 e finalmente com Robério aos 3min53.