ESPORTES

  • 09/10/2019 (21:22:59)

  • Gaúcha

  • Fotógrafo: Ricardo Duarte

PERDEU

Inter leva gol de pênalti e perde para o CSA por 1x0

Equipe de Odair Hellmann não venceu nas últimas quatro rodadas do Brasileirão


Depois de perder a Copa do Brasil, o time de Odair Hellmann tem apenas uma vitória, contra a Chapecoense, e agora acumulou mais uma derrota contra um time da zona de baixo do Brasileirão. Na noite desta quarta-feira, a equipe perdeu para o CSA por 1 a 0 e está colocando em risco até uma vaga no G-6. O resultado aumenta a pressão sobre o trabalho da comissão técnica. 

D'Alessandro ficou de fora do time e Odair Hellmann escolheu Neilton para ser seu substituto. Na vaga de Guerrero, que está a serviço da seleção peruana, entrou Guilherme Parede. Sem Rodrigo Moledo e Bruno Fuchs, o lado direito da zaga ficou com Emerson Santos. 

Os primeiros 19 minutos da partida foram lentos e burocráticos. De um lado, o Inter evitava correr os riscos que estão juntos ao tentar uma jogada ofensiva em velocidade. Do outro, o CSA não parecia nem sequer conseguir. O máximo que fez o time alagoano foi erguer uma bola para a área e Bustamante cabeceou desequilibrado, por cima.

O cenário só mudou justamente aos 19. Rodrigo Lindoso avançou pelo meio, percebeu o espaço e arriscou de longe, Jordi defendeu parcialmente, a bola rebateu e se apresentou novamente ao volante colorado, que mandou de novo, de fora da área, carimbando a trave. O lance acendeu o Inter. Aos 25, Neilton achou um passe para Parede, que se livrou da marcação e bateu para o gol. O auxiliar, porém, assinalou corretamente o impedimento. 

A cena se repetiu aos 33. Dessa vez, com troca de passes que se iniciou na defesa, com Klaus (que substituiu o lesionado Emerson Santos), o Inter avançou pelo lado esquerdo. Neilton tentou chute mas foi derrubado na entrada da área. A bola sobrou para Nico, que entregou a Parede. Ele levou ao fundo e chutou para o meio. Após desvio na defesa, gol. Novamente, o impedimento marcado. A arbitragem anulou o gol e também não marcou falta sobre Neilton. 

O CSA só levou perigo em algumas tentativas de contra-ataque, quase sempre puxados por Apodi. A única conclusão foi de Bustamente, mas Lomba defendeu sem maiores problemas. Os dois times voltaram do intervalo sem trocas. O cenário também permaneceu intacto. O Inter ainda burocrático viu o CSA finalizar três vezes: Apodi e Jean Kléber bateram de fora da área nas mãos de Lomba, Alecsandro cabeceou por cima do travessão. 

No sétimo minuto, Odair colocou D'Alessandro em campo, na vaga de Neilton. A mudança não alterou a força ofensiva do Inter. E, coincidência ou não, deixou a defesa mais exposta. Aos 20 minutos, o cenário, incrivelmente, piorou. Dawan entrou na área, passou por Uendel e sofreu pênalti. Gómez bateu no canto direito de Lomba e fez 1 a 0.

Ato contínuo, Odair chamou Wellington Silva para o lugar do lateral-esquerdo. O atacante até teve uma chance boa, ao chutar de fora da área por cima do travessão. 

Mas foi só fogo de palha. Conforme os minutos iam correndo, o Inter ficava ainda mais nervoso, ansioso e, consequentemente, improdutivo. Os passes errados passaram a se acumular, a coragem foi embora e nem criação havia mais. A partida se arrastou lentamente até o final. O Inter não reage mais, o G-4 está cada vez mais longe.