ESTADO

  • 17/10/2019 (21:54:33)

  • GZH

  • Fotógrafo: Marcello Casal/Agência Brasi

MAIS EMPREGO

RS abre 1.603 vagas de emprego com carteira assinada em setembro

Serviços, comércio e indústria da transformação puxaram o resultado positivo


Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostram que o Rio Grande do Sul abriu 1.603 vagas de emprego com carteira assinada em setembro. O Ministério da Economia divulgou os números na tarde desta quinta-feira (17). Para o mês, foram registradas 81.574 admissões e 79.971 demissões, totalizando o saldo de vagas para o mês.

Na comparação com os últimos dois meses, o Estado apresenta evolução. Em agosto, o RS havia perdido 1.988 postos de trabalho com carteira assinada. Em julho, o Estado fechou 3.648 vagas.

Três setores foram os que mais influenciaram o resultado para setembro. Serviços, que abriu 31.208 vagas, comércio, com 22.331, e indústria da transformação, com 18.066. Já administração pública e extração mineral abriram, respectivamente, abriram apenas 82 e 111 vagas.

Na lista de Estados que mais geraram empregos em setembro, o RS aparece no 19º lugar entre as 27 unidades da Federação. As três primeiras posições são ocupadas por São Paulo, Pernambuco e Alagoas.

No mês, a Região Sul apresentou o terceiro maior saldo positivo de empregos. Foram 266.520 admissões e 242.650 demissões, com saldo de 23.870 empregos. O Sul ficou atrás de Nordeste (com saldo de 57.035) e Sudeste (com 56.883).

Entre os municípios gaúchos que se saíram melhor no saldo de vagas — que considera a variação entre admissões e demissões — figuram Porto Alegre, Lajeado e Sapiranga. Já as localidades que tiveram mais demissões do que admissões são Santa Cruz do Sul, Venâncio Aires e Caxias do Sul.