POLÍTICA

  • 23/10/2019 (09:40:12)

  • GZH

  • Fotógrafo: Félix Zucco, Porthus Júnior e André Avila / Agência RBS

OS VOTOS DOS SENADORES GAÚCHOS

Como votaram os senadores gaúchos na reforma da Previdência

Lasier Martins, Luís Carlos Heinze e Paulo Paim mantiveram a mesma posição nos dois turnos


A aprovação da reforma da Previdência em segundo turno, na noite desta terça-feira (22), teve o apoio de dois senadores gaúchos. Assim como ocorreu na primeira rodada, no início de outubro, os senadores gaúchos Lasier Martins (Podemos) e Luis Carlos Heinze (PP) apoiaram o texto apresentado pelo governo.

O voto discordante na bancada do Estado foi o de Paulo Paim (PT), histórico defensor dos direitos trabalhistas. Aliás, a conclusão da tramitação da reforma no Senado só não ocorreu devido a um destaque defendido pelo petista.

Quando foi incluído para discussão, o texto, que defende a recriação de uma aposentadoria especial para quem trabalha em condições insalubres, gerou dúvidas em plenário. A regra foi extinta em 1995 e sua retomada representaria um custo fiscal de R$ 23,2 bilhões em uma década.

Percebendo a fragilidade da base de apoio do texto original do governo, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), suspendeu a votação de destaques e chamou uma sessão extraordinária para a ação para esta quarta-feira (23), às 9h.

Como votaram os senadores gaúchos nos dois turnos da reforma da Previdência:

  • Lasier Martins (Podemos): sim

  • Luís Carlos Heinze (PP): sim

  • Paulo Paim (PT): não