ESTADO

  • 14/11/2019 (09:48:50)

  • Assessoria

  • Fotógrafo: Assessoria

ECONOMIA

Eduardo Leite se encontra com a Fecomércio- RS para apresentar pacote de medidas

Pacote que muda mais de 100 regras do funcionalismo estadual, foi protocolado oficialmente nesta quarta-feira (13).


O governador do Estado, Eduardo Leite, participou da reunião de diretoria da Fecomércio-RS nesta terça-feira (12) para apresentar o pacote de medidas do governo que traz alterações para as carreiras e previdência pública do funcionalismo estadual. O pacote, que promete alavancar o crescimento do estado, segundo o governador, foi protocolado oficialmente nesta quarta-feira (13).

Durante sua apresentação, o governante destacou ações em curso para ampliar a competitividade do Rio Grande do Sul, sustentadas por três eixos: redução do custo logístico, que compreende a execução de obras como a RS-118, redução da burocracia e redução do custo tributário. Presente no encontro o presidente do Sindilojas Alto Uruguai Gaúcho, José Gelso Miola, que também ocupa o cargo de diretor da Fecomércio-RS.



O objetivo do pacote é reduzir o crescimento vegetativo da folha de pagamento do estado e paralisar o crescimento das despesas. Outra defesa de Leite é a adequação para retornar aos limites efetivos de despesa de pessoal, para atender a Lei de Responsabilidade Fiscal, além da retomada de investimentos. “Todas as medidas que o governo está tomando são muito bem articuladas para o enfrentamento de um problema fiscal que é um dos mais graves do país”, afirmou o governador. O pacote deverá ter um impacto fiscal de R$ 25 bilhões em dez anos.

Outro ponto destacado por Leite foi o atual quadro fiscal das contas públicas e a queda significativa dos investimentos do RS ao longo das últimas décadas. Segundo ele, o investimento do Estado caiu de um patamar de aproximadamente 30% da Receita Corrente Líquida, na década de 60, para 3,5% durante o Governo Sartori.