SEGURANÇA

  • 26/11/2019 (19:45:07)

  • Clic RDC

  • Fotógrafo: Foto: Diógenes Di Domenico/ Portal Peperi

FEMINICÍDIO

Homem que esfaqueou mulher no oeste catarinense é preso no RS

Vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital; caso é tratado pela Polícia Civil como feminicídio


O autor do feminicídio de Cristiane Arenhard, de 32 anos, foi preso em Pinheirinho do Vale (RS), por volta das 19h, da segunda-feira (26). O crime aconteceu em Itapiranga, no Oeste de Santa Catarina, por volta das 15h. A vítima foi atingida por vários golpes de facas. Ela chegou a ser encaminhada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo a Polícia Civil, logo após o crime começou a investigação. Os policiais identificaram o autor, o companheiro da vítima de, 32 anos, e começaram a diligenciar para encontrar o suspeito.

A Polícia Civil identificou que o suspeito é morador de Campo Novo (RS). Os policiais entraram em contato com a Brigada Militar e a Polícia Civil do Rio Grande do Sul, para repassar informações sobre o homem. As forças policiais gaúchas prenderam o suspeito no início da noite.

O suspeito foi preso em flagrante e autuado pelo Delegado de Polícia da Polícia Civil de Santa Catarina pelo crime de feminicídio. O preso foi encaminhado à UPA de São Miguel do Oeste, onde ficará a disposição da Justiça.

Conforme informou a Polícia Civil, Cristiane sofria ameaças do companheiro. Ela foi orientada a requerer medidas protetivas, mas ela recusou.

O Delegado esclarece que as medidas protetivas são instrumentos de defesa muito importantes às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar.

A mulher tem este poder em mãos e deve exercê-lo quando for vítima de algum ato criminoso por parte do companheiro. O Delegado ressalta, também, que a mais simples ameaça é um ato grave de agressão e as vítimas não devem encarar tais fatos como algo passageiro ou que o agressor “irá melhorar”.

Participaram da prisão do suspeito as equipes da DPCo Fron de Itapiranga, Divisão de Investigação Criminal (DIC) de São Miguel do Oeste, Polícia Civil e Brigada Militar do Rio Grande do Sul.