ESPORTES

  • 01/12/2019 (19:19:27)

  • GZH

  • Fotógrafo: Isadora Neumann / Agencia RBS

GAUCHÃO FEMININO

Inter vence o Grêmio e conquista o Gauchão Feminino 2019

Foi campeão pela primeira vez de um Gauchão organizado pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF)


A decisão do Campeonato Gaúcho Feminino 2019 entra na história do Estado. O primeiro passo para um tratamento de importância que o futebol apresentado pelas gurias gaúchas merece foi dado na tarde deste domingo (1). E, como era de se esperar, o duelo entre Inter e Grêmio foi recheado de polêmica e emoção. Em campo neutro, em Ijuí, sob uma temperatura de 33°C, diante de quase 2 mil torcedores, foi a estratégia ofensiva do time de Maurício Salgado que saiu vencedora. Ao aplicar 4 a 2 com moral, o Colorado saiu com a orelhuda do Estádio 19 de Outubro. Foi campeão pela primeira vez de um Gauchão organizado pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF) e fez a festa no noroeste gaúcho.

Desde o apito inicial, o Inter mostrou sua força e comandou as ações. Uma demonstração clara de que a missão seria difícil para a equipe tricolor de Patrícia Gusmão aconteceu logo aos oito e 11 minutos de partida. 

A atacante colorada, convocada pela Seleção Brasileira, Fabi Simões marcou duas vezes: no primeiro, a meia Nana entrou em velocidade na área gremista, serviu a camisa 11 que tirou da goleira Lorena e abriu o placar; no segundo, Fabi recebeu lançamento longo na pequena área, driblou sozinha a arqueira gremista e marcou um golaço. Na comemoração, não faltou o cartaz parafraseando um Gabigol, atacante do Flamengo: "Hoje tem gol da Fabigol".

A resposta do Grêmio não demorou muito. Aos 13, Pri Back cobrou falta no meio da meta de Yasmin, que aceitou um frango e levou o primeiro gol do campeonato. A partir daí, o Tricolor cresceu no confronto. Já nos acréscimos, aos 48, Juliana Oliveira recebeu na cabeça um lindo cruzamento da zagueira Bicê, tirou da goleira e empatou a partida. 2 a 2. No fim, o empate fez jus ao que a Dupla apresentou no primeiro tempo.

Nos minutos iniciais da etapa complementar, o confronto foi cadenciado. O Inter, mais uma vez, teve as melhores oportunidades. Aos quatro, seis e sete minutos, a goleira Lorena levou três grandes sustos: um chute de efeito de Shasha pela direita que raspou no travessão, uma chegada em velocidade de Luana pela esquerda e uma cobrança de falta muito perigosa cobrada por Fabi. O Grêmio, por sua vez, apostava no contra-ataque — quando teve poucas oportunidades.

Mas foi aos 35 e aos 47 minutos que o Colorado transformou em gols sua superioridade ofensiva. A centroavante Jheniffer, 18 anos, entrou no lugar da vice-artilheira Luana e marcou o terceiro.  Nana fechou a conta em Ijuí. Em jogada individual, a meia fez o gol da tranquilidade, que coroou o bom trabalho apresentado pelo Colorado em 2019. Agora, aguardemos os demais passos, nada mais justo para o futebol apresentado pela mulheres no Rio Grande do Sul. Elas merecem.