ECONOMIA

  • 29/03/2014 (00:33:32)

  • Da Redação

  • Repórter: Assessoria

  • Fotógrafo: Assessoria

METALÚRGICOS

Assembleia define pauta para negociação do acordo coletivo 2014

Na assembleia realizada no auditório do Sindicato da categoria em Erechim, os metalúrgicos aprovaram a pauta da Federação dos Metalúrgicos do RS. No que se refere ao aumento nos salários e ao piso salarial, os metalúrgicos aprovaram a proposta de reposição da inflação calculada pelo INPC – Índice Geral de Preços ao Consumidor-, acrescido de aumento real de 4%. Quanto ao piso dos metalúrgicos, os trabalhadores querem que seja mantida a cláusula que prevê que o valor mínimo salarial não deve ser inferior ao Piso Regional, que atualmente está em R$946,00, acrescido de 7,9% para quem completa 90 dias na empresa, totalizando R$ 1012,00

Para o setor de reparação de veículos e máquinas agrícolas, os trabalhadores pedem que seja aplicado o índice de 12.72%, usado para a correção do Piso Regional, acrescido de aumento real.

A pauta de reivindicações inclui, ainda, auxilio creche, acesso do Sindicato nas empresas, pelo menos uma vez por mês, para a sindicalização dos trabalhadores, a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais, garantia de duas folgas mensais aos domingos para os trabalhadores que atuam em turnos de revezamento e ampliação da Licença Maternidade para 6 meses.

A pauta deste ano inova ao pedir o apoio dos empresários ao Programa de Promoção, Valorização e Sustentabilidade da Agricultura Camponesa- Projeto Camponês. A sugestão é de que, no mínimo 10% dos alimentos para abastecer os refeitórios sejam comprados de agricultores que produzem de forma ecológica e que seja criado um Cartão Alimento de R$ 300,00 para o trabalhador comprar produtos do Projeto Camponês.

A proposta contém, ainda, o pedido de renovação de várias cláusulas do Dissídio anterior. A partir de agora, começa a mobilização pela aprovação da pauta e a rodada de reuniões para negociação entre os sindicatos patronais e dos trabalhadores.