SEGURANÇA

  • 30/12/2012 (10:09:00)

Viagem Segura

Operação retira 91 motoristas alcoolizados das estradas em dois dias de feriadão

O esforço conjunto dos órgãos de trânsito para conter os acidentes neste feriadão de Ano Novo realizou, em 48 horas, 947 testes com etilômetro

O esforço conjunto dos órgãos de trânsito para conter os acidentes neste feriadão de Ano Novo realizou, em 48 horas, 947 testes com etilômetro. Isso permitiu afastar das ruas e estradas gaúchas 91 condutores alcoolizados, potenciais causadores de acidentes. Deste número, 33 foram enquadrados em crime de trânsito e conduzidos a uma delegacia de polícia.  No mesmo período, foram fiscalizados 32.770 veículos e constatadas 7.652 infrações. Tiveram de ser recolhidas 108 Carteiras Nacionais de Habilitação e 373 veículos acabaram encaminhados a depósito.  Apesar do efetivo de mais de mil agentes atuando nesta etapa da Operação Viagem Segura, apoiados por radares fixos e móveis, viaturas e helicóptero, ocorreram em dois dias 317 acidentes, 92 dos quais ocasionaram lesões em 122 pessoas, com uma vítima fatal.  O Ano Novo costuma ser um feriado com menos mortes. Em 2012, foram registradas oito vítimas fatais no local do acidente, mesmo número de 2011. A média de mortes por dia foi de 2,7 em ambos os anos, número menor que a média geral dos 13 feriados (de 2007 a 2012), que foi de 3,2 mortes/dia.  A população pode colaborar para a redução do número de acidentes, informando às autoridades comportamentos de risco observados no trânsito. Para isso, estão à disposição os telefones 191, da PRF, para as estradas federais, e 198, do Comando Rodoviário da BM, para as estradas estaduais.  A Operação Viagem Segura de Ano Novo foi estendida, com fiscalização redobrada até quarta-feira (2). As autoridades pedem especial atenção dos condutores, evitando ultrapassar a velocidade permitida em cada trecho, assim como ultrapassagens indevidas. Essas foram as principais causas de mortes no último feriadão de Natal.  A Operação Viagem Segura tem como principais parceiros Detran/RS, Cetran/RS, Brigada Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Empresa Pública de Transportes e Circulação (EPTC) de Porto Alegre e órgãos municipais de trânsito, Federação das Associações dos Municípios do Estado (Famurs), Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), sob a coordenação do Comitê Estadual de Mobilização pela Segurança do Trânsito.  Fonte:Secom RS