Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Rio Grande do Sul
Começa sábado a divulgação da balneabilidade das praias e balneários do RS
A Fepam irá monitorar a balneabilidade de 92 pontos em 43 municípios gaúchos
Xaene Pereira/Ascom Sema
por  Xaene Pereira/Ascom Sema
19/12/2019 11:13 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

O Departamento de Qualidade Ambiental da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) inicia no próximo sábado (21/12) a divulgação da balneabilidade das águas dos balneários e praias do Rio Grande do Sul. Serão 92 pontos monitorados em 43 municípios.

O Projeto Balneabilidade faz parte do RS Verão Total, que contempla as ações do governo do RS na temporada 2019/2020. Alinhado à identidade do Estado, o Balneabilidade está de cara nova. A logomarca foi desenvolvida pensando em um conceito mais moderno, claro e leve, com as cores do verão.

Outra novidade é a retomada da instalação de placas informativas em pontos com coleta e análise da água. As placas serão distribuídas pela equipe da Fepam e cada prefeitura ficará responsável pela instalação, conservação e manutenção.

Os veranistas devem ficar atentos aos avisos de local próprio ou impróprio que estarão em destaque nas placas. Impróprio significa que as águas estão contaminadas, e o banho deve ser evitado no local. Já quando a placa estiver com o selo de próprio, o banho está liberado.

Além das placas, outras plataformas de divulgação seguem fazendo parte da rotina do Projeto Balneabilidade durante o veraneio. Os resultados das análises serão disponibilizados todas as sextas-feiras, até o dia 28 de fevereiro de 2020, por meio das páginas da Fepam e da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema), redes sociais, site e web aplicativo do Sistema de Balneabilidade. O sistema também traz informações sobre previsão do tempo e condições do mar.

A Fepam realiza o Projeto Balneabilidade anualmente, desde 1979, sempre no verão. Nas praias e balneários de água salgada do Litoral Norte, as análises são feitas pela fundação, nos balneários da Praia do Laranjal, pelo Serviço Autônomo de Saneamento de Pelotas (Sanep), e pela Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) nos demais balneários do Estado.

Avaliação da balneabilidade

Para analisar as condições bacteriológicas nas praias e balneários, a Fepam utiliza o parâmetro Escherichia coli. A presença desta bactéria sugere a possibilidade de haver, naquele local, micro-organismos intestinais capazes de provocar doenças.

Próprio: quando em 4 de 5 coletas os valores de E. Coli forem iguais ou inferiores a 800 por 100ml de amostra.

Impróprio: quando 2 de 5 amostras tiverem valores superiores a 800 células por 100ml ou na última das 5 amostras o valor for superior a 2.000.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE