Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Crimes violentos em SC apresentam as menores taxas da série histórica
Números fazem parte do boletim mensal divulgado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e refletem o investimento em Segurança Pública feito pelo governo.
Assessoria Gov/SC
por  Assessoria Gov/SC
07/06/2021 22:30 – atualizado há 16 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Os crimes violentos seguem em queda em Santa Catarina e com as menores taxas da série histórica. O Estado registrou do primeiro dia do ano até 31 de maio queda de 17% do número de roubos, 10,5% de furtos e 21,4% de homicídios. Foram 768 roubos, 4.305 furtos e 74 homicídios a menos do que o mesmo período do ano passado.

Os números fazem parte do boletim mensal divulgado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e refletem o investimento em Segurança Pública feito pelo governo Carlos Moisés. Foram destinados R$ 343 milhões à melhoria de viaturas, armamentos e sistemas de tecnologia.

“Este é o maior valor já aplicado na área de Segurança Pública da história de Santa Catarina. Vamos continuar investindo nessa área que é essencial e prioritária para o estado”, ressalta o governador Carlos Moisés.

“Nossa segurança é uma das melhores do país. Todos os crimes violentos têm caído, fruto de um intenso trabalho das nossas forças de segurança. A sociedade também tem nos ajudado, as mulheres estão denunciando mais e utilizando nossos canais como o aplicativo da Polícia Militar e a delegacia virtual da mulher da Polícia Civil. Em Santa Catarina é assim: segurança se faz com a união de todos”, diz o presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial de SC, coronel BM Charles Alexandre Vieira.

O boletim ainda apresenta queda de 21,9% no número de mortes violentas, que passou de 415 para 324. O feminicídio caiu 42,9%. São 12 casos registrados em 2021, contra 21 do mesmo período do ano passado.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...