Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Rádio Rural/arquivo
Santa Catarina
Escassez de chuva já causa reflexos na agricultura no município de Concórdia
Pela análise, não há chuva considerável para abastecer as propriedades desde o dia 17 de janeiro do ano passado, o que acaba afetando a produção e a criação de animais..
Rádio Rural
por  Rádio Rural
08/01/2020 09:48 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

Conforme a administração municipal, a cidade já registra problemas por conta da pouca chuva nas últimas semanas. Em função disso, transportes de água voltaram a ser feitos para o interior.

De acordo com as informações levantadas, há cerca de duas semanas, os setores de transporte e agricultura monitoram o problema e realizam o transporte de cargas de água para consumo de animais e também para humanos. Há uma média de dois transportes por dia. No total, já foram quase 20. Entre as comunidades com mais pedidos estão São Geraldo, Cachimbo, São Cristóvão e a região da BR-153.

O secretário de agricultura, Mauro Martini, disse à reportagem da Rádio Rural, que há problemas e, conforme os dias passam com pouca chuva, eles vão se agravando. Pela análise da equipe da pasta, não há chuva considerável para abastecer as propriedades desde o dia 17 de janeiro, o que acaba afetando a produção e a criação de animais.

"No mês de dezembro tivemos pouca chuva. Foi em torno de 40 milímetros no dia 16, foi a última chuva que contribuiu para abastecer o lençol de água, rios. Daí pra frente não tivemos muito mais chuva. E a chuva neste período é mais regionalizada. Isso tem dificultado onde temos grande concentração de animais", explica o secretário.

"A dificuldade, no geral, o pessoal que trabalha com sistema de animais de corte, de pastagem plantada e natural, ela não tem crescido, geminado da forma necessária. Os animais sofrem mais para se alimentar. E a pastagem não rebrota. Vai demorar mais para obter peso, mais para produzir leite. Encarece ainda mais o produtor para o produtor produzir", completa.

Conforme Martini, a principal orientação a longo prazo é que quando o período de chuva esteja normalizado, o agricultor faça sistemas de armazenamento. Outra indicação é que se evite queimadas. Quem precisa de transporte de água deve entrar em contato com a equipe de urbanismo, da prefeitura.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE