Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Economia
Governo paga "pensão temporária" para filha solteira há 80 anos
Uma das beneficiadas, filha de um ex-agente alfandegário, tem “pensão temporária” desde 1939. No mês passado, ela recebeu R$ 53 mil.
Redação
por  Redação
15/01/2020 08:56 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

O governo brasileiro foi obrigado a pagar, em dezembro, pensão para 68.118 filhas solteiras e maiores de idade de políticos, funcionários públicos e militares. As informações são do site BuzzFeed, que utilizou dados do Ministério da Economia.

No clássico Bonequinha de Luxo (Breakfast at Tiffany’s), Holly reluta em entregar-se a um amor que contraria seu sonho de tornar-se rica. (Reprodução)

A recordista, de 43 anos, é filha de um ex-servidor do Governo do Distrito Federal e recebeu R$ 167 mil entre a pensão do mês e benefícios acumulados. A planilha divulgada não dá detalhes sobre os valores recebidos, portanto, não se sabe quais os benefícios adicionais a pensionista recebeu para chegar a esse montante.

Das 68 mil mulheres, apenas 11.329 (16,66%) são filhas de militares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica. Os dez valores mais altos são de mulheres filhas de representantes civis, com valores entre R$ 53 mil a R$ 167 mil. 

Uma das beneficiadas, filha de um ex-agente alfandegário do início do século 20, tem “pensão temporária” desde 1939 – sim, há mais de 80 anos. No mês passado, ela recebeu R$ 53 mil.

O benefício foi extinto em 2000, mas as mulheres que já o recebiam continuaram a receber todo mês a pensão herdada dos pais.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE