Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Rio Grande do Sul
Hospital prepara surpresa vestindo de pacotinhos de presente os bebês da UTI
Equipe do setor do Hospital Divina Providência, em Porto Alegre, fez celebração natalina para pais de crianças internadas na instituição.
GZH
por  GZH
21/12/2019 00:44 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

A equipe da UTI neonatal do Hospital Divina Providência, em Porto Alegre, decidiu transformar o setor em um espaço para emoção e encantamento nesta sexta-feira (20). Quando chegaram no horário de visita, os pais e mães dos pequenos pacientes se emocionaram ao ver os filhos vestidos como pacotinhos de presente. O objetivo foi trazer alegria para as famílias dos bebês internados.

Os pais das gêmeas Nicolle e Rebecca estão passando por um período difícil desde 13 de outubro, quando as meninas nasceram prematuramente, pesando apenas 900 gramas cada uma. Desde lá, o hospital faz parte da rotina diária da família. Nesta sexta, o rodoviário Ederson Wiegand, 35, aproveitou que trabalharia somente à noite para acompanhar a esposa, a atendente de call center Gabrielle dos Santos Cherubim, 29, no horário de visita da UTI neonatal. A surpresa, conta Gabrielle, foi muito positiva.

— Foi muito lindo, a gente ficou bem emocionado! É difícil esse processo, eu nunca imaginei que poderia ter um parto prematuro, é uma situação complicada. Mas vai dar tudo certo, queremos ir para casa logo com nossos pacotinhos! — conta.

A previsão é de que as gêmeas tenham alta na próxima segunda-feira (23) e possam passar o Natal em casa, junto da irmã mais velha, Rafaella, de nove anos. Após o período de internação, Nicolle, que nasceu primeiro, está pesando 2,260kg, e Rebecca, 2,210kg.

A enfermeira Suellen Michelena Severo, que trabalha há um ano e meio na UTI neonatal do Divina Providência, conta que a ação envolveu muitos funcionários do hospital, inclusive de outros setores. O planejamento começou há três meses, com pesquisas na internet.

— Surgiu a ideia de fazer os pacotinhos, vimos que já foi feito em outros lugares. Nós incrementamos com as botinhas, que foram tricotadas pela minha irmã, e com as toquinhas, que foram feitas também artesanalmente pela mãe de outra enfermeira. A decoração foi feita pela equipe! Conseguimos também uma roupa de Papai Noel emprestada — relata, empolgada.

A intenção, segundo Suellen, foi a de proporcionar às famílias dos bebês internados boas lembranças do seu primeiro Natal.

— Natal é família, é união, nos remete ao nascimento de Jesus. A gente queria dar a oportunidade para essas famílias de vivenciar um momento especial, que muitos não terão, só no ano que vem. Pra nós foi uma emoção, a gente chorou junto com os pais. Sinto muita gratidão por participar desse momento — conta

A ação na UTI neonatal teve direito até a Papai Noel. O atendente de nutrição Anderson Oliveira Fernandes, 25, foi o escolhido para representar o bom velhinho pelo seu carisma. Ele conta que não foi sua primeira vez - ele se vestia de Noel quando morava na Lomba do Pinheiro e distribuía balas para as crianças do bairro -, mas que a ação desta sexta-feira foi muito especial.

— Foi um presente de Natal para os pais dos bebês e, para nós, que participamos disso, foi muito gratificante. Me emocionei demais — destacou.

A UTI neonatal do Hospital Divina Providência possui 14 leitos. Nesta sexta, 10 bebês estavam internados e participaram da atividade. No ano passado, a equipe já havia organização uma ação natalina, quando os pequenos pacientes foram vestidos de mamães e papais noéis.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE