Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Educação
Leite diz que se professores "não voltarem, terão mais um mês de salário perdido"
O chefe do Executivo defendeu a medida que abona o corte de ponto para o posterior desconto dos dias não trabalhados.
Rádio Guaíba
por  Rádio Guaíba
09/01/2020 13:40 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

Classificando a postura do governo do Estado como “decisiva e determinada”, o governador Eduardo Leite comentou o impasse sobre a greve dos professores. 

O chefe do Executivo defendeu a medida que abona o corte de ponto para o posterior desconto dos dias não trabalhados. A proposta foi apresentada em reunião entre a Secretaria da Educação e representantes do CPERS, realizada nessa quarta-feira.

Eduardo Leite disse que o fim do corte de ponto dos grevistas cria “um vício no comportamento” dos professores. O governador ainda deu um aviso ao magistério, cobrando o retorno dos profissionais ao serviço. “Se os professores não retornarem às aulas imediatamente, uma consequência eles terão: perder mais um mês de salário”, alertou.

“Quando o governo está exigindo que trabalhem para concluir o ano letivo, ele não está exigindo nada mais do que o contrato de trabalho estabelece”, completou Leite.

Pagamento do salário em dia

Eduardo Leite também foi questionado sobre a promessa de pagar em dia o salário dos servidores públicos no primeiro ano de governo. A proposta foi feita pelo então candidato do PSDB nas eleições de 2018. O governador responsabilizou o não cumprimento da promessa à não concretização da venda de ações do Banrisul. “Não se afasta este objetivo do governo do Estado”, sustentou.

Leite também ressaltou que o calendário de pagamento parcelado está sendo cumprido mais rapidamente. O governador lembrou ainda a retomada dos repasses a hospitais e a municípios, que estavam atrasados desde o governo de José Ivo Sartori.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE