Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Economia
Voos regionais reforçam potencial do interior para receber novas rotas
Representantes tanto da Gol como da Azul, anunciaram que pretendem ampliar a oferta de voos e de municípios gaúchos atendidos a partir do próximo ano.
Secom/Piratini
por  Secom/Piratini
17/12/2019 21:18 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

O secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, reuniu diretores das companhias aéreas Azul e Gol, nesta terça-feira (17/12), para fazer um balanço dos voos regionais que entraram em operação em setembro 2019.

De acordo com Costella, o objetivo da reunião foi avaliar as ações desenvolvidas, além de projetar a melhoria dos serviços aéreos para 2020. "Nossa ideia consiste em fortalecer a operação dos voos regionais", afirmou. "Dessa forma, não apenas as empresas ganham, mas principalmente o Estado, através do crescimento das diferentes regiões."

O secretário destacou as mudanças realizadas no Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional (PDAR-RS), que possibilitaram a oferta de seis novas rotas de voo comerciais. "A partir de setembro de 2019, entraram em operação voos que ligam Porto Alegre aos aeroportos de Bagé, Santa Rosa, Rio Grande, São Borja, Santana do Livramento e Passo Fundo, o que demonstra o quanto avançamos para facilitar o encurtamento de distâncias", acrescentou Costella.

Na avaliação do especialista em Relações Institucionais da Gol, Marcos Tognato, as parcerias estabelecidas entre as empresas aéreas e os Estados são cruciais para o aprimoramento da infraestrutura da aviação nacional. "Encontros como esse engrandecem as relações e permitem que estejamos cientes das necessidades dos aeroportos de cada região", frisou.

Sobre o PDAR-RS

O governador Eduardo Leite assinou, em julho de 2019, duas medidas que alteraram o PDAR-RS: permitir que as empresas terceirizem a operação dos voos e a redução, para 2020, da alíquota de ICMS sobre os combustíveis das aeronaves.

Assim, a alíquota do combustível pode cair a até 2%, dependendo da quantidade de rotas ofertadas, a disponibilidade de assentos e a frequência de voos. Esse benefício entrará em vigor em 1º de janeiro de 2020.

Com isso, representantes tanto da Gol (que opera voos por meio da Two Flex como da Azul anunciaram que pretendem ampliar a oferta de voos e de municípios gaúchos atendidos a partir do próximo ano.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE