Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Esporte
Miguel Ángel Ramírez não é mais o técnico do Internacional
Ele deixa o Colorado após 101 dias à frente do clube.
Correio do Povo
por  Correio do Povo
11/06/2021 15:20 – atualizado há 8 minutos
Continua depois da publicidadePublicidade

A curta passagem de Miguel Ángel Ramírez acabou oficialmente nesta sexta-feira. O espanhol não resistiu à eliminação do Inter na Copa do Brasil e foi demitido pela direção. Infectado pela Covid-19, o treinador não esteve na beira do campo em seu último jogo na casamata colorada.

No comando da equipe, foram 21 jogos, com 10 vitórias, quatro empates e sete derrotas - um aproveitamento de 54% em cerca de três meses de trabalho.

Ricardo Duarte/INTER

Com contrato de dois anos, Ramírez foi anunciado no dia 2 de março com a promessa de um futebol ofensivo e diferente. Um novo projeto, após o encerramento do Brasileirão 2020 e a saída de Abel Braga do time. Na ocasião, o Inter ficou somente um ponto atrás do Flamengo, o campeão da edição.

Apesar da chegada no começo do mês, MAR começou a conhecer o clube, a estrutura do CT Parque Gigante nas primeiras semanas e fez sua estreia no dia 14 de março, contra o Ypiranga, com uma vitória. O espanhol conseguiu a classificação na fase de grupos da Libertadores e teve nas goleadas contra o Táchira e Olímpia, seus melhores momentos, demonstrando bastante repertório ofensivo.

No entanto, o desempenho nas partidas fora de casa resultaram no pior primeiro lugar da fase de grupos - o que gerou críticas da torcida.

Outro ponto sensível, que fez com que Ramírez tivesse sua passagem abreviada, foi o retrospecto nos clássicos Gre-Nais. Em três disputados, foram duas derrotas e um empate. No último, apesar da igualdade, o resultado significou o tetracampeonato gaúcho ao arquirival Grêmio.

Depois do Inter perder o título estadual, o Inter venceu somente uma partida e colecionou resultados ruins. Um empate em casa contra o Sport, a goleada para o Fortaleza de 5 a 1 e a eliminação em casa para o Vitória, por 3 a 1.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...